Saúde e bem-estar

10 alimentos de que não pode prescindir

Sabia que o mexilhão fornece proteínas de elevada qualidade e zero gordura?

E que a ingestão de carne de frango pode acalmar os nervos?

Os alimentos que se seguem vão enchê-lo de vitaminas, minerais e outros nutrientes essenciais ao seu corpo.

Descubra os alimentos que põem o seu organismo a funcionar.

 

Tomate – Previne enfartes e combate o cancro

Cerca de 100 g contêm 19 calorias. A sua vitamina C e os carotenos (licopeno) são antioxidantes que travam o envelhecimento e os problemas musculares e cardiovasculares. Previne o aparecimento de vários tipos de cancro (próstata, pulmão, estômago, mama, boca, cervical e coloretal). É diurético e depurativo, elimina ácido úrico e reduz o colesterol, para além de alcalinizar o sangue. Como é muito ácido, é desaconselhado em caso de estômagos delicados, apesar de depender do grau de tolerância de cada um.

 

Batata – Uma grande injeção de energia

Cerca de 100 g contêm 89 calorias. Ao contrário do que possa pensar, é ideal para dietas (cozida ou assada). Não tem gordura e é muito saciante. Revitaliza, uma vez que é um hidrato de carbono complexo, de absorção lenta, que abastece o organismo de açúcares e glícidos lentamente. A casca da batata contém polifenol-oxidase, com propriedades antibióticas. A sua fibra reduz o colesterol. O potássio mantém o coração e a tensão arterial saudáveis, evitando embolias. Pode, no entanto, tornar-se tóxica pelo conteúdo de solanina nas partes verdes. Também não é aconselhada para pessoas com problemas nos rins.

 

Ervilhas – Proteínas vegetais sem gordura

Têm 67 calorias por cada 100 g. Impedem a absorção de gorduras, reduzindo o colesterol mau. E contêm quercetina, um flavonóide que previne doenças cardiovasculares. Atuam como revitalizantes, pelo seu conteúdo de proteínas. Têm muita fibra alimentar, que actua como laxante, e são muito saciantes. São ainda uma excelente fonte de vitamina B1, imprescindível ao sistema nervoso. Para que não percam vitaminas, depois de debulhadas, devem ser cozidas em pouca água.

 

Frango – Selénio para acalmar os nervos

Contém entre 110 e 201 calorias por 100g. É uma carne muito digestiva, pobre em gorduras e sem colesterol, se lhe retirar a pele. Tem substâncias antioxidantes que combatem o envelhecimento. Favorece o bom funcionamento do sistema nervoso e a produção de energia.

É um bom aliado na manutenção da saúde da pele e do sistema digestivo. É ainda ideal para dietas de controlo de peso. As coxas, de carne mais vermelha, contêm quase o dobro de ferro do que o peito, mas também são mais calóricas porque a pele tem muita gordura. Retire-a antes de as cozinhar.

 

Ameixas – Muita fibra contra a preguiça intestinal

Cerca de 100 g têm 36 calorias. Tem propriedades diuréticas e é ideal para dietas porque é um fruto que sacia e quase não engorda. Se ingerir 200 g por dia, durante uma semana, ajuda a combater o stress, o cansaço e a depressão. Reforçam ainda o coração e as defesas e ajudam a descongestionar o fígado. Este fruto contém substâncias antioxidantes, que abrandam os efeitos do envelhecimento. E reduz o excesso de ácido úrico. O seu conteúdo de fibra faz também dela um fruto muito laxante. Ingira-a, por isso, moderadamente. Lave-a bem para retirar restos de toxinas.

 

Mexilhão – Proteína de qualidade sem um pingo de gordura

Cerca de 100 g têm 69 calorias. É ideal para dietas porque tem poucas calorias e sacia bastante. Ao contrário do que acontece com outros mariscos, o mexilhão não só não tem colesterol, como também ajuda a baixá-lo. Contém muito ferro, o que ajuda a combater anemias ferropénicas. É muito rico nutricionalmente. Tem proteínas de qualidade. Uma dúzia de mexilhões equivale a 250 g de vitela. Tenha ainda em conta que 1 kg de mexilhão fresco só tem cerca de 250 a 300 g de carne.

 

Pepino – Proteínas vegetais sem gordura

Só tem 17 calorias por cada 100 g. É diurético e laxante, pelo que é perfeito para combater e prevenir a celulite. Como é muito rico em água, é um excelente depurativo e tonificante. Ajuda a manter uma pele flexível e hidratada. Elimina o inchaço (edema) das mãos e pés. Ingira-o em sumo.

Este legume é muito pobre em calorias, motivo pelo qual é aconselhado em dietas hipocalóricas. Todavia, é preciso descascá-lo, mesmo se o cortar em fatias muito finas, uma vez que a celulose que contém na casca é dura e indigesta.

 

Alface – Um sedativo natural eficaz

Só tem 12 calorias por 100 g. Composta por alface e outras verduras e hortaliças de folha verde, possui uma grande quantidade de antioxidantes. Regula a pressão sanguínea, graças ao seu poder relaxante, que acalma os nervos. Previne cardiopatias e alterações como o AVC e também as cataratas. Estimula o sistema imunológico. Ajuda ainda a emagrecer porque capta as substâncias tóxicas e a gordura. Sacia muito e evita a prisão de ventre. Não deixe a alface de molho durante muito tempo porque perde muitas vitaminas.

 

Sardinhas – Gorduras ómega-3 para o coração

Só têm 158 calorias por cada 100 g. Contêm ácidos gordos polinsaturados ómega-3, que previnem doenças vasculares, particularmente as coronárias.

A ação anti-inflamatória destas gorduras boas alivia a artrite reumatóide. Reduzem ainda a pressão arterial e ajudam a tratar a psoríase e a dermatite.

Os ómega-3 também são importantes no último trimestre da gravidez porque participam no desenvolvimento nervoso do feto.

O anisakis é um parasita do peixe que as sardinhas podem conter e que pode provocar problemas digestivos, se não forem bem cozinhadas. Tenha, por isso, cuidado quando as confecionar.

 

Citrinos – Aumentam as defesas contra constipações e outras infeções

A laranja só tem 42 calorias por 100 g e o limão 26. Fortalecem as defesas e melhoram as doenças das vias respiratórias. Os seus antioxidantes reduzem o risco de cancro do cólon, estômago e pulmão. Melhoram a cicatrização das feridas. Participam ainda na produção de colagénio e no desenvolvimento dos ossos e dentes.

Além disso, também combatem os problemas de circulação. Estes alimentos não são, no entanto, recomendados para problemas gastrointestinais ou doença celíaca.

 

Texto: Madalena Alçada Baptista

Revisão científica: Tiago Osório de Barros (nutricionista na Dermonutri – Espaço de Saúdee Qualidade de Vida em Lisboa)

Revista

Looks like you have blocked notifications!
Pub

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Permainan judi slot online terbaik

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.
Partilha isto com um amigo
pasaran togel