Descoberto marcador molecular que permite detetar parasitas do paludismo resistentes

0 12

Cientistas do Instituto Pasteur, em França e no Camboja, descobriram um marcador molecular que permite detetar parasitas do paludismo resistentes à artemisinina, principal componente dos medicamentos usados contra a doença, divulgou hoje a revista Nature.

Os resultados da descoberta indicam que é possível controlar melhor a propagação das formas resistentes e adaptar os tratamentos para o paludismo, doença que se transmite através da picada de um mosquito e para a qual não existe vacina.

Durante a investigação, os cientistas converteram, em laboratório, um parasita resistente à artemisinina e compararam o seu genoma com uma variante gémea não resistente.

Diário Digital / Lusa

In:http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=675608

Gostar
Seguir
google
Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo