Saúde e bem-estar

Pressão Intracraniana

A maioria dos quadros neurológicos de urgência requer intervenções cirúrgicas ou tratamento de suporte. A hipertensão intracraniana aguda (HIC) requer medidas terapêuticas específicas, dada a vulnerabilidade do sistema nervoso central (SNC).

Nesses casos, a monitorização da pressão intracraniana (PIC) fornece informações importantes que precedem o aparecimento de sinais e sintomas de descompensação (lesões secundárias), permitindo, assim, um tratamento mais precoce e eficaz. Por outro lado, permite avaliar de maneira objetiva a eficácia das medidas terapêuticas.

Os cateteres intracranianos são utilizados para mensurar e monitorar continuamente a PIC, calcular a pressão de perfusão cerebral (PPC) e avaliar a complacência e a auto-regulação cerebral, prevenindo eventos que podem desencadear lesões cerebrais secundárias e/ou agravar lesões existentes.

A PIC é a pressão resultante da presença de três componentes dentro da caixa craniana:

  • componente prenquimatoso: constituiído pelas estruturas encefálicas;
  • componente liquórico: constituído pelo líquido cefalorraquidiano (LCR) das cavidades ventriculares e do espaço subaracnóide;
  • componente vascular: caracterizado pelo sangue circulante.

O valor da PIC varia entre 0 a 15 mmHg, quando a pressão liquórica intraventricular é medida com o paciente em decúbito dorsal e a cabeça levemente elevada.

A teoria de Monro-Kellie afirma que o volume intracraniano é igual ao volume do encéfalo mais o volume do sangue cerebral acrescido do volume do LCR. Quaisquer alterações no volume de algum destes componentes, bem como a adição de uma lesão, podel levar a um aumento da PIC.

Define-se como pressão de perfusão cerebral (PPC) o gradiente existente entre a pressão arteria média (PAM) e a PIC, sendo aceitável valores acima de 70mmHg: PPC=PAM-PIC

Vantagens

  • Detectar precocemente a elevação da PIC, permitindo suspeitar de lesões com efeito de massa e com risco de herniação
  • Permitir a drenagem de líquor e controle da PIC, quando em posição ventricular
  • Permitir a adoção de tratamento adequado
  • Avaliar a eficácia do tratamento

Indicações

  • Glasgow inferior a 9, com tomografia computadorizada (TC) de crânio anormal (presença de hematomas, contusões, edemas ou compressões cisternas).
  • Glasgow inferior a 0, com TC de crânio normal, se dois ou mais fatores a segur forem contemplados: idade superior a 40 anos; pressão arterial sistólica inferior a 90 mmHg; postura anormal (descerebração/decorticação) uni ou bilateralmente.
  • Outros fatores podem ser indicadores para monitorização da PIC como mecanismos de trauma, condições clínicas associadas e gravidade das lesões, por exemplo, monitoração de um paciente consciente, mas que apresente uma lesão traumática com efeito de massa.

FONTE: KNOBEL, E; LASELVA; C. R.; JUNIOR; D. F. M. Terapia Intensiva: Enfermagem. São Paulo: Editora Atheneu, 2006.

Looks like you have blocked notifications!
93,875Fans
627Seguidores
276seguidores
6,774seguidores
3,579Seguidores
94Subscritores
3,369Membros
15,245Assinantes
 Segue o nosso canal
Faz um DonativoFaz um donativo
Pub

wolfspell

Administrador da PortalEnf e apaixonado pela Enfermagem. Queres ser Editor da PortalEnf e publicar artigos e notícias? Contata-nos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Permainan judi slot online terbaik

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.
Partilha isto com um amigo
pasaran togel