Enfermagem: conferência promove debate sobre combate às iniquidades

0 8

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

2014A 10.ª Conferência da Rede Global de Centros Colaboradores para Enfermagem e Obstetrícia da Organização Mundial da Saúde (OMS) começa hoje em Coimbra e pretende debater até sexta-feira o combate às iniquidades, avança a agência Lusa, citada pelo Notícias ao Minuto.

A conferência, que se realiza no centro de congressos do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra, irá reunir os Centros Colaboradores da OMS, contando com a presença de “assessores e conselheiros regionais” da organização dos cinco continentes, que pretendem debater a “redução das desigualdades no acesso à saúde”, refere uma nota de imprensa da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC), entidade que organiza o evento.

A sessão solene de abertura, marcada para as 17:30 de hoje, conta com as intervenções de Maria da Conceição Bento, presidente da ESEnfC, Isabel Mendes, secretária-geral da rede, e Manuel Machado, presidente da Câmara Municipal de Coimbra.

Logo após a cerimónia, o ex-ministro da Saúde António Correia de Campos irá proferir a conferência de abertura, intitulada “O papel dos Estados no combate às iniquidades em saúde”.

No decorrer dos três dias de conferência, serão debatidos temas como o papel dos centros colaboradores para os desafios do Milénio estabelecidos pela OMS, o combate às desigualdades na Europa, África e Américas, a importância de uma rede de idioma na saúde ou a enfermagem de saúde comunitária.

Também será debatido o papel dos enfermeiros e obstetrizes nos cuidados no domicílio e no combate à violência, assim como a utilização das tecnologias de informação e comunicação na promoção da saúde e bem-estar.

Está também prevista a presença no evento do secretário de Estado da Saúde, Manuel Ferreira Teixeira, do director da Escola Nacional de Saúde Pública, Constantino Sakellarides, do secretário de Estado adjunto do Ministro da Saúde, Fernando Leal da Costa, do presidente do Conselho Internacional de Enfermeiros, Judith Shamian e do bastonário da Ordem dos Enfermeiros, Germano Couto.

Durante a conferência será também anunciada a designação da ESEnfC como Centro Colaborador da OMS para Enfermagem e Obstetrícia, que será dirigido por Ananda Fernandes.

A designação da instituição de Coimbra como Centro Colaborador é “o reconhecimento de que o trabalho da Escola é útil para os desígnios da Organização Mundial da Saúde”, referiu Ananda Fernandes.

Este será o primeiro Centro Colaborador para Enfermagem e Obstetrícia na Península Ibérica.

Segundo a docente, a falta de enfermeiros que se observa nos hospitais e unidades de cuidados de saúde primários é uma “política que o país vai pagar muito caro”.

Face à dificuldade de acesso “a cuidados de saúde” e ao défice de enfermeiros, os doentes “podem morrer mais cedo” por falta de cuidados de enfermagem, afirmou Ananda Fernandes, sublinhando que a população envelhecida é das mais afectadas.

Fonte: Lusa/Notícias ao Minuto
http://www.noticiasaominuto.com/pais/253228/10-rede-global-de-centros-pa…

Gostar
Seguir
google

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo