Uma visão do nosso querido País

0 21

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O nosso querido Portugal visto de fora, o país que nos viu crescer, que nos fez ser, e no final nos obrigou a emigrar.

O nosso rico país, país de grande cultura, belas e diversificadas paisagens outrora de grandes conquistas, de grandes batalhas, de grandes homens e mulheres, hoje emaranhado numa numa teia de corrupção que parece não ter fim.

O nosso Portugal cria, forma, investe em pessoas de valor e depois valoriza quem pouco valor têm, quem nada acrescentaram ou alguma vez jamais acrescentará e apenas porque fazem parte de uma corja que presta vassalagem a todo este esquema dúbio enquanto os de valor são sujeitos ao desrespeito, desvalorização e quando se fartam disso, à emigração.

Pois vendo o tempo passar, pouco parece mudar, a cada ciclo político os passos repetem-se, assim teria de ser, senão não seria um ciclo… as promessas eleitorais não cumpridas, os casos de corrupção, os aumentos de impostos, o empobrecimento da população em benefício dos que nos desgovernam com um único propósito tirar aos pobres com pouco poder de manifesto para dar aos que prestam vassalagem a todo esse esquema.

Vendo de fora, percebe-se que as pessoas estão asfixiadas nos seus problemas, dificuldades sejam de ordem financeira sejam de ordem social, devido ao tempo que estas preocupações lhes tomam, ficam incapacitadas de fazer uma análise mais profunda da real situação do país apenas conseguindo dizer um …”isto está mal e não se vê forma de melhorar”… mas visto de fora com expectativas de encontrar melhorias o que se vê é:

– Desinvestimento na educação, será que se pretende o país desinformado, inculto de forma a limitar o conhecimento às pessoas e permitirem sem grandes alaridos todo o esquema de corrupção que nos trouxe até aqui?

– Desinvestimentos na saúde, limitação do acesso das pessoas aos serviços de saúde, sujeição dos profissionais a condições de trabalho precárias. Será que se pretende que cada vez mais as pessoas recorram aos privados beneficiando os grandes grupos que dominam o monopólio da saúde?

– Justiça… bem este tema tem pano para mangas; – desde a redução dos tribunais pequenos que funcionavam minimamente bem, o entupimento dos grandes que já funcionavam mal ficando agora pior ao receber os processos dos anteriores, á politização da justiça que a julgar quantidade de graves casos de corrupção e pela quantidade de condenados diz muito acerca do seu funcionamento, e aparentemente funciona de acordo com o calendário político e com os interesses instalados em que se levantam uns casos para abafar outros e em concreto nunca se chega a saber o resultado de cada um deles.

 

Enquanto tudo isto, toda aquela geração que ajudou o país a crescer, formou os filhos com mais ou menos esforço, com mais ou menos dificuldades, tem hoje mais dificuldades que nunca, que ao invés de terem total satisfação por terem dado aos filhos o que eles não puderam ter, tem hoje de lidar com as saudades de estes estarem longe, e que ao longo de tantos anos de trabalho continuam a lutar e a fazer face às dificuldades financeiras tendo cada vez menos dinheiro, tendo cada vez menos direito a educação, saúde e justiça.

Gostar
Seguir
google

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo