Enfermeiros das urgências do hospital do Barreiro ameaçam demitir-se

0 25

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Os motivos são más condições de trabalho, alterações nos horários e o caos que dizem manter-se nas urgências com dezenas de macas nos corredores

Os chefes das equipas de enfermagem da urgência do hospital do Barreiro ameaçam demitir-se por causa das condições de trabalho e alterações nos horários que afirmam estar a desmantelar as equipas e que prejudicam os cuidados aos doentes. Garantem que o caos na urgência se mantém. Amanhã vão estar reunidos à porta da administração para exigir soluções.

“Mantém-se o caos no serviço de urgência geral do Hospital do Barreiro, provocado pela sobrelotação, que diariamente ultrapassa os 100%, as macas chegam a ser mais do que 48 distribuídas pelos corredores, os doentes chegam a permanecer 25 dias internados nestas condições. É o infeliz cenário quotidiano, insuportável para quem cuida”, diz o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP).

Na urgência trabalham 64 enfermeiros. A alteração do horário, explica a administração do hospital, “prende-se com o cumprimento de uma recomendação da Autoridade para as Condições de Trabalho”, acrescentando que a média de doentes atendidos na urgência – 180 por dia – é semelhante a de anos anteriores, mas que os internamentos aumentaram ligeiramente.

Leia mais pormenores no e-paper do DN ou na edição impressa

Fonte: Diário de Notícias

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina aqui a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo