Hidrogel ajuda no combate de biofilmes e bactérias multirresistentes

0 159

Pesquisadores do Instituto de Bioengenharia e Nanotecnologia (IBN), de Singapura, juntamente com a IBM, anunciaram o lançamento de um hidrogel antimicrobiano que tem como  função, combater os biofilmes e erradicar por completo as bactérias – resistentes aos medicamentos – transmitidas pelo contato.

O hidrogel é de material sintético, biodegradável, biocompatível e não tóxico, sendo também uma medida adequada para minimizar os riscos de contaminação, tanto para profissionais da saúde, quanto para pacientes em internação.
As bactérias estão cada vez mais resistentes à ação dos medicamentos, expondo, dessa maneira, a população a riscos de contaminação eminentes, por isso os antibióticos já não são tão eficazes quanto antigamente.
O hidrogel sintético antimicrobiano- ativado pela temperatura corporal – é composto por mais de 90% de água.
As técnicas de esterilização e assepsia dos instrumentos médicos minimizam, mas não excluem o risco de ocorrência de infecções, visto que sua ocorrência representa ainda um grave problema à saúde pública.
Os biofilmes microbianos – que são o agrupamento de células doentes – penetram em quase todos os tecidos ou superfícies, principalmente os associados a equipamentos e dispositivos médicos, portanto sua existência contribui significativamente para as infecções adquiridas em ambiente hospitalar – motivo que está entre as cinco principais causas de óbito nos EUA.
“Esta é uma abordagem fundamentalmente diferente para o combate aos biofilmes resistentes a medicamentos. Quando comparada com as terapêuticas dos atuais antibióticos e hidrogéis, esta nova tecnologia traz um imenso potencial”, afirma James Hedrick, investigador dos laboratórios da IBM Research.
Como funciona
Quando aplicado em superfícies contaminadas, a carga positiva do hidrogel atrai todas as membranas microbianas com carga negativa, e ao contrário da maioria dos antibióticos e outros  hidrogéis que têm por alvo o mecanismo interno das bactérias para prevenir a replicação, esse mata as bactérias por ruptura de sua membrana, impedindo o aparecimento de qualquer resistência.
O líder no IBN, Yi-Yan Yang acrescenta que a terapia foi desenvolvida para combater superbactérias resistentes, de rápida mutação e até então está se mostrando funcional, e afirma ainda que “utilizando os materiais poliméricos versáteis e de baixo custo que temos desenvolvido em conjunto com a IBM, podemos agora lançar um ágil ataque aos biofilmes resistentes aos medicamentos, ajudando assim a melhorar os resultados médicos”.
O lançamento do produto irá expandir o âmbito do programa de colaboração entre a IBM e o IBN, permitindo que os cientistas possam perseguir simultaneamente múltiplos métodos para a criação de materiais que melhorem a medicina e a descoberta de novas drogas e medicamentos.

 

O melhor da PortalEnf...

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Segue-nos nas redes sociais!

Partilha isto com um amigo