Fármacos em contexto de urgência / emergência (tutorial)

0 884

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

 

No dia a dia da nossa profissão confrontamo-nos com fármacos com os quais por vezes não temos experiência ou conhecimentos suficientes para manusear ou administras.

Vê aqui um “apanhado” geral dos fármacos mais frequentemente utilizados em urgências e emergências, assim como a sua ação, indicação e os cuidados e observações específicas de cada um deles.

 

FármacoAção ou IndicaçãoCuidados/ observações
AdrenalinaA Epinefrina é um fármaco adrenérgico; antiasmático, vasopressor e estimulante cardíacoObservar para agitação, nervosismo, tendência suicida, alucinações e anginas
AminofilinaIndicado no tratamento de asma brônquica, bronquite, insuficiência respiratória e cardíacaMonitorar balanço hídrico ou sinais de desidratação e não deve ser utilizado em gravidez ou lactação.
AmpicilinaTratamento de infecções do trato respiratório, gastrointestinal e geniturináriasAdministrar com rapidez para evitar a formação de cristais na agulha de punção.
AmiodaronaAntiarrítmico,Indicação arritmias supraventriculares e ventriculares.
Ação: Age na excitabilidade e na condutividade do estímulo elétrico.
No início da terapia ou durante o ajuste da dose, monitore: PA, FC e RC, diante de qualquer alteração, comunique o médico
AlteplaseTrombolítico.
Indicação: tromboembolia pulmonar, IAM.
Ação: Dissolução do trombo em casos de obstrução de vasos sanguíneos.
OBS:
arritmias, sangramento, hipotenção.
AtropinaAgente que atua no sistema parassimpático.
Indicação: bradicardia.
Ação: age aumentando a condução do estímulo elétrico e consequentemente  a frequência cardíaca.
OBS:
calor, rubor, taquicardia, palpitaçõse.
Bicarbonato de sódio: solução alcalina
Bicarbonato de sódioSolução alcalina
Indicação: correção da acidose metabólica.
Ação: neutraliza o meio ácido.
Em excesso pode causar alcalose metabólica
Brometo de IpratrópioIndicado como bronco-dilatador na DPOC e outras patologias que causem bronco-espasmoInspecionar a pele em busca de rações cutâneas.
CaptoprilIndicado para HAS e ICCMonitorar a P.A. de 30 em 30 minutos. Observar sinais de edema periférico
CefalexinaAmigdalite, otite, faringite e sinusite. Infecções respiratórias baixas. Infecção da pele e tecidos moles. Infecção geniturinária.Monitorar temperatura, reações cutâneas, edema e diarréia.
ClopidogrelAntiagregante plaquetário
Indicação: redução de eventos ateroesclerose.
Ação: inibi a formação da agregação das plaquetas.
OBS:
sinais de hemoragia ou sangramentos
DexametasonaCorticóide
Indicação: diminui o processo inflamatório através da retirada no líquido intracelular.
OBS:
retenção de sódio, hipertensão, aumento de peso
DiazepanBenzodiazepínico.Indicação: tratamento da ansiedade. Relaxante muscular. Alívio sintomático da abstinência alcoólica aguda, sedação, crise convulsiva, miorrelaxante e ansiolítico.
Ação: age no SNC
monitorar estado cardíaco, reações de hipersensibilidade e diplopia.
DiltiazenAnti-hipertensivo
Indicação: hipertensão.
Ação: atua nos canais de cálcio.
OBS:
Efeitos colaterais: hipotensão, arritmias.
DipironaAnalgésico e antipiréticocomo há riscos para o sangramento, evitar que o paciente ande descalços, evitando quedas e ferimentos.
Dobutaminacardiotônico não digitálico
Ação: correção do desequilíbrio hemodinâmico.
Ação: estimula os receptores beta adrenérgico do músculo cardíaco aumentando a força de contração.
Durante a terapia, monitore: PA,ECG,fluxo urinário, débito cardíaco, PVC, pressão sanguínea pulmonar e pressão dos capilares pulmonares
OBS:
aumento da frequência cardíaca.
DopaminaAlguns tipos de choque acompanhados de oligúria e resistência vascular periférica baixa ou normal. Choque cardiogênico e bacteremia, hipotensão intensa seguida da remoção da feocromocitoma.Monitorar estado hídrico e reações neurológicas.
EnalaprilIndicado para tratar a HASMonitorar pressão arterial e estado hídrico. Podem ocorrer reações de hipersensibilidade
EpinefrinaDroga vasoativa
Indicação: reanimação cardipulmonar, reações anafiláticas e asma.
Ação: vasoconstrição periférica.
diminuição do débito urinário, visão turva, fotofobia.
EstreptoquinaseTrombolítico
Indicação: tromboembolia pulmonar e IAM.
Ação: dissolução dos trombos em casos de obstrução de vasos sanguíneos.
OBS:
arritmias, sangramento, hipotenção.
Fentanil(analgésico –narcótico) ação:Como a morfina possui ação bimodal, realiza depressão de áreas cerebrais como: córtex cerebral, tálamo, córtex sensorial, os centros da tosse e respiratório e estimulo da medula espinhal, nervo vago, os centros de vômito e o núcleo do terceiro par craniano.
Indicações:Consistem em sedação, analgesia principalmente em intervenção cirúrgica
Atentar para sinais de alteração de comportamento: registrar escala de sedação de Ransay
FenitoínaConvulsão; epilepsia; estado epilético; nevralgia do trigêmeo
Ação: age no córtex motor inibindo a propagação da crise.
Atentar-se para alterações neurológicas, principalmente na fala. Monitorar estado neurológico.
HaloperidolAgitação psicomotora em casos de psicopatias agudas e crônicas, tipo mania, demência, oligofrenia e esquizofreniaApós a administração do medicamento, promover o descanso do paciente devido a risco de movimentação psicomotora involuntária.
LidocaínaAnestésico local ,antiarritmico
Indicação: arritmias cardíacas.
Ação: age no sistema de condução elétrica do coração.
Cuidado para reações de hipersensibilidades.
Manitoldiurético osmótico
Indicação: edema cerebral.
Ação: age diminuindo o edema por diferença de concentração.
OBS:
desidratação, cefaléia, náuseas e vômitos
Midazolanbenzodiazepínicos
Indicação: sedação, crise convulsiva, miorrelaxante e ansiolítico.
Ação: age no SNC.
OBS:
dependência química, ataxia, diplopia, tontura, amnésia.
NifedipinoIndicado para HASMonitorar pressão arterial.
NistatinaCandidíase oral e vulvovaginalOrientar o/a paciente a não ter relações sexuais durante o tratamento. Utilizar roupas íntimas de algodão e orientar em relação ao correto uso do aplicador vaginal.
Nitratos e nitroglicerinaVasodilatador coronariano
Indicação: angina instável e estável.
Ação: vasodilatador arterial diminuindo o consumo de oxigênio.
OBS:
hipotensão e síncope.
Nitroprussiato de SódioVasodilatador arterial e venoso
Indicação: emergências hipertensivas.
Ação: vasodilatador arterial e venoso.
hipotensão
NoradrenalinaDroga vasopressora
Indicação: choque séptico, situações de baixa resistência periférica.
Ação: age melhorando a resistência vascular periférica, podendo diminuir o débito cardíaco
Efeitos colaterais: cianose de extremidades, hipoperfusão renal, mesentérica e hepática.
OmeprazolÚlcera duodenal, úlcera gástrica, úlceras resistentes. Esofagite de refluxo. Síndrome de Zollinger- Ellison. Erradicação do Helicobacter pylori em combinação com antibióticos. Lesões gástricas provocadas por drogas antiinflamatórias não esteroidais.Recomendar ao paciente o uso de alimentos ricos em gorduras e pouco saudáveis durante o tratamento
Sulfato de MagnésioEletrólito
Indicação: pré-eclampsia, “torsades de pointes”
Ação: conversão do rtimo cardíaco.
Efeitos colaterais: redução da frequência cardíaca e respiratória, hipotonia, hipotensão transitória.
TirofibanTrombolítico
Indicação: TEP, IAM e TVP.
Ação: dissolução dos trombos em casos de obstrução de vasos sanguíneos.
Efeitos colaterais: arritmias, sangramentos, hipotensão.
TramadolÉ indicado para dor de intensidade moderada a grave, de caráter agudo, subagudo e crônico.Monitorar pressão arterial e atentar-se para náuseas e vômitos.*Durante a terapia monitore frequentemente a função intestinal

Se pretenderes acrescentar algum fármaco que não conste da lista ou corrigir alguma informação, envia-nos um mail para [email protected] ou através do nosso formulário de contacto.

[ratemypost] [ratemypost-result]

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo