Movimento pela morte assistida nasce no Porto

0 29

Foi aprovada a criação de um movimento cívico que promete lutar pela despenalização e regulamentação da morte assistida em Portugal.

Numa reunião considerada «histórica», no passado dia 14, na sede do Conselho Regional da Ordem dos Médicos do Norte, no Porto, participaram mais de duas dezenas de pessoas e foi eleita uma comissão organizadora para dar seguimento ao movimento.

Laura Ferreira dos Santos, professora aposentada da Universidade do Minho e autora de alguns livros sobre o assunto; João Ribeiro dos Santos, nefrologista; João Semedo, ex-líder do Bloco de Esquerda; Isabel Ruivo, pediatra; e o jornalista José Júdice têm agora a missão de dar um nome ao movimento e elaborar um manifesto.

«É uma tirania do Estado proibir esta escolha final, esta última liberdade aos cidadãos», afirmou Laura Ferreira dos Santos, considerando que a despenalização da morte assistida já peca por tardia.

Para João Semedo «vamos hoje começar um caminho muito longo e temos de nos concentrar no essencial: liberdade, direito, opção de cada um», defendendo o médico que depois do manifesto, o movimento deve lançar uma petição para entregar na Assembleia da República e começar a pensar num projeto-lei.

Até lá será necessário enfrentar e derrubar muitos tabus, mas na opinião desta comissão «valerá a pena» em nome da dignidade e da liberdade de cada um no fim de vida.

Fonte: Univadis

O melhor da PortalEnf...

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Segue-nos nas redes sociais!

Partilha isto com um amigo