6 maneiras de treinar o cérebro para se tornar mais produtivo

0 23

Segundo o neurocientista Daniel Levitin , as pessoas bem sucedidas aprenderam a maximizar a sua criatividade e eficiência ao organizarem a sua vida. Desta forma, gastam menos tempo com tarefas sem importância e investem mais tempo nas coisas que verdadeiramente interessam.

Para as pessoas com cargos importantes, há todo um staff para lhes ‘facilitar’ a vida. Já para o ‘comum mortal’, o neurocientista dá algumas sugestões para ‘despachar’ rapidamente os obstáculos do dia-a-dia.

1. Dê um lugar aos seus pertences

Ao longo do tempo, o homem não foi treinado a saber onde guarda as coisas. Daí estarmos constantemente a perder as chaves do carro, a carteira ou o telemóvel. O problema é que perdemos demasiado tempo a tentar descobrir onde deixámos estes objectos. Levitin aconselha-o a ‘dar uma casa’ a estas coisas. Por exemplo, uma taça à porta de casa para deixar as chaves e o telemóvel. E duplique os objectos sempre que possível. Isto é, arranje um par de óculos extra para deixar no trabalho ou carro.

2. Crie estímulos para aquilo que se quer lembrar

À velocidade a que andam as nossas vidas, o cérebro passa grande parte do tempo em piloto automático. Logo é normal que nos esqueçamos das coisas que não fazem habitualmente parte da nossa rotina. Para isto não acontecer, crie pistas. Levitin dá este exemplo: se tem de comprar leite antes de voltar para casa, deixe um pacote vazio na lugar do morto no seu carro. Ou então pode sempre optar por pôr alarmes no seu telemóvel.

3. Concentre-se numa só tarefa

Não tente fazer várias coisas ao mesmo tempo. Organize a sua vida de modo a que tenha períodos de tempo definidos para se concentrar numa só tarefa de cada vez. Pode também agrupar tarefas semelhantes em horários próximos. Se tiver de pagar as contas, use esse tempo para ver qual é o melhor plano de pagamento, em vez de começar a pensar se devia mudar para uma casa mais pequena ou se as crianças deviam ir para uma escola pública, para não gastar tanto dinheiro num colégio.

4. Dê tempo entre tarefas para tomar notas

É daquelas pessoas que acha que se vai lembrar daquilo que aconteceu na reunião ou na aula passada e, por isso, não toma notas? É uma péssima ideia. Não se vai conseguir lembrar de tudo e algumas coisas importantes podem ficar por fazer. Perca tempo entre tarefas para tomar notas e dar um intervalo ao seu cérebro. Ele agradece o tempo extra para se mentalizar para a próxima tarefa.

5. Não perca tempo com coisas que não interessam

O cérebro não é nenhuma máquina, portanto consegue apenas tomar um número limitado de decisões. Para evitar esgotá-lo, não o canse com escolhas pouco importantes. Levitin aconselha-o a escolher mais ou menos sempre o mesmo prato quando vai almoçar ou jantar fora. Pode também tentar escolher a sua roupa de véspera.

6. Sono

A arma secreta do cérebro e, talvez, a dica a mais de importante de todas. O sono ajuda-o a tomar decisões e a resolver problemas. De certeza que já lhe aconteceu resolver, de manhã, depois de ter dormido uma boa noite de sono, uma questão que lhe parecia impossível na véspera.

E atenção que o sono não é igual para todos. Uns dão-se melhor com sestas, outros preferem dormir mais horas durante a noite. Descubra o que resulta melhor para si e, mais importante ainda, arranje tempo para isso. O neurocientista aconselha-o mesmo a tornar o sono uma prioridade.

Fonte: SOL

Gostar
Seguir
google
Loading...
Ajuda a tua Comunidade PortalEnf

Com um pequeno donativo estarás a ajudar a tua Comunidade a permanecer Online.

Aproveita e segue-nos nas redes sociais
Dá o teu Contributo!
close-link
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo