Efeito da descolonização da superfície corporal na bacteriúria e candidúria em unidades de tratamento intensivo

0 152

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Banhos de clorexidina e mupirocina nasal de curto período reduziram significativamente a candidúria e qualquer bacteriúria no ambiente da UTI em pacientes do sexo masculino

Contexto

Infecções do trato urinário (ITUs) são infecções comuns associadas a cuidados de saúde. A bacteriúria comumente precede a ITU e é frequentemente tratada com antibióticos, particularmente em unidades de tratamento intensivo hospitalares (UTIs). Em 2013, um estudo clínico randomizado por cluster (Estudo REDUCE MRSA [Randomized Evaluation of Decolonization vs Universal Clearance to Eradicate MRSA (Avaliação randomizada da descolonização vs. eliminação universal para erradicar MRSA)]) mostrou que a descolonização da superfície corporal reduziu as infecções por todos os patógenos na corrente sanguínea. Nosso objetivo é continuar avaliando o efeito da descolonização sobre a bacteriúria e candidúria em pacientes admitidos em UTIs.

Métodos

Realizamos uma análise secundária de um estudo de três grupos, randomizado por cluster, de 43 hospitais (clusters) com pacientes em 74 UTIs para adultos. Os três grupos incluídos foram de triagem ou isolamento de Staphylococcus aureus resistentes à meticilina (MRSA), descolonização direcionada (triagem, isolamento e descolonização de portadores de MRSA) com clorexidina e mupirocina, e descolonização universal (sem triagem, todos os pacientes descolonizados) com clorexidina e mupirocina. O protocolo incluiu limpeza do períneo e 6 polegadas (15,24 cm) proximais dos cateteres urinários. A mesma estratégia foi designada para UTIs dentro do mesmo hospital. Os resultados incluíram bacteriúria de alto nível (≥50.000 unidades formadoras de colônia [UFC]/ml) com qualquer uropatógeno, candidúria de alto nível (≥50.000 UFC/ml), e qualquer bacteriúria com uropatógenos. Análises específicas por sexo foram especificadas a priori. Modelos de risco proporcional avaliaram diferenças em reduções de resultados por todos os grupos, comparando um período de intervenção de 18 meses com um período basal de 12 meses.

Achados

Foram incluídos 122.646 pacientes (48.390 na avaliação inicial, 74.256 na intervenção). As taxas de risco (HRs) da intervenção versus da avaliação inicial para bacteriúria de alto nível foram de 1,02 (IC de 95%: 0,88–1,18) para triagem ou isolamento, 0,88 (0,76–1,02) para descolonização direcionada, e 0,87 (0,77–1,00) para descolonização universal (sem diferença entre os grupos, p=0,26), sem reduções específicas ao sexo (HRs para homens: 1,09 [IC de 95%: 0,85–1,40] para triagem ou isolamento, 1,01 [0,79–1,29] para descolonização direcionada, e 0,78 [0,63–0,98] para descolonização universal, p=0,12; HRs para mulheres: 0,97 [0,80–1,17] para triagem ou isolamento, 0,83 [0,70–1,00] para descolonização direcionada, e 0,93 [0,79–1,09] para descolonização universal, p=0,49). HRs para candidúria de alto nível foram de 1,14 (0,95–1,37) para triagem ou isolamento, 0,99 (0,83–1,18) para descolonização direcionada, e 0,83 (0,70–0,99) para descolonização universal (p=0,05). As diferenças entre os sexos foram devido a reduções nos homens no grupo de descolonização universal (HRs: 1,21 [IC de 95%: 0,88–1,68] para triagem ou isolamento, 1,01 [0,73–1,39] para descolonização direcionada, e 0,63 [0,45–0,89] para descolonização universal, p=0,02). Bacteriúria com qualquer UFC/ml também foi reduzida em homens no grupo de descolonização universal (HRs 1,01 [0,81–1,25] para triagem ou isolamento, 1,04 [0,83–1,30] para descolonização direcionada, e 0,74 [0,61–0,90] para descolonização universal, p=0,04).

Interpretação

A descolonização universal de pacientes na UTI com banhos de clorexidina uma vez ao dia e mupirocina nasal de curta duração poderia ser uma estratégia preventiva em potencial para pacientes do sexo masculino porque ela reduz significativamente a candidúria e qualquer bacteriúria, mas não para mulheres.

Ler artigo completo

Acesso ao artigo completo em The Lancet

Fonte: Univadis

Gostar
Seguir
google

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo