Desmaterialização da referenciação da Linha Saúde 24 para os CSP e hospitais inicia-se a 1 de abril

VÍTOR RIOS / GLOBAL IMAGENS
0 72

A partir de 1 de abril todas a instituições que pertencem às Administrações Regionais de Saúde (ASR) do Norte, do Alentejo e do Algarve vão ter de garantir a desmaterialização dos circuitos de referenciação da Linha Saúde 24.

Esse processo visará as Unidades de Cuidados de Saúde Primários (CSP) e Serviço de Urgência e Emergência, bem como dos CSP para o Serviço de Urgência e Emergência. Já a ARS do Centro e de Lisboa e Vale do Tejo terão de iniciar o processo de desmaterialização um pouco mais tarde, a 18 de abril.

Uma circular normativa conjunta da Administração Central do Sistema de Saúde, Direção-Geral da Saúde e Serviços Partilhados do Ministério da Saúde determina que o registo dos pedidos e a partilha de informação entre os vários intervenientes «serão feitos com recurso ao sistema informático de apoio ao programa Consulta a Tempo e Horas».

O objetivo é, de acordo com o documento, «agilizar o fluxo de utentes», procurando ainda «contribuir para facultar aos cidadãos, de forma progressiva, livre acesso e circulação em relação às unidades em que pretendem ser assistidos, com respeito pela hierarquia técnica e pelas regras de referenciação em vigor no SNS».

Patrocinado

A circular pode ser consultada aqui

Fonte: Univadis

Este artigo foi útil?

0/5 (0 Reviews)
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...

Partilha isto com um amigo