Paciente irritante? Aqui estão 5 coisas que podes seguramente dizer-lhes

0 218

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Enfermagem é uma profissão desafiadora. As longas horas de trabalho,os casos críticos e  o ambiente em ritmo acelerado são o que fazem a nossa profissão emocionante a cada dia. Infelizmente, nem sempre é assim.

Quando os doentes ficam mal humorados e frustrados, as coisas podem ficar um pouco fora de mão. Se as coisas piorarem, há momentos em que a unica coisa que se pode fazer é chamar a atenção ao doente.

Para evitar que as coisas fiquem fora de controlo, podes usar as seguintes expressões para lidar com pessoas difíceis.

1. “Eu entendo que se sinta assim.”

O PROBLEMA: Uma das razões mais comuns para que os doentes percam a calma (a menos que tenham hipotermia) é porque se sentem marginalizados ou negligenciados. Ter que esperar por horas apenas para ver o médico, especialmente, quando ele não se está a sentir muito bem pode desencadear uma série de emoções.

A SOLUÇÃO: Uma vez que tens a oportunidade de observar a pessoa e perceber uma mudança de comportamento, como por exemplo gestos bruscos ou levantar a voz, certifica-te de reagir imediatamente. Dirigindo-te à pessoa e manifestando preocupação e empatia pode acalmar o seu temperamento.

A utilização da empatia permite reconhecer e refletir de volta as emoções da pessia. Com efeito, diminui os seus sentimentos negativos.

2. “Eu estou aqui para ajudá-lo.”

O PROBLEMA: Como os doentes se sentem vulneráveis quando eles não estão no seu melhor estado de saúde, é fácil fazê-los sentir indesejados. Quando as coisas começam a ficar fora de mão, tem em consideração a tua disponibilidade para evitar iniciar conflitos ou alimentar argumentos.

A Solução: Em vez disso, você pode resolver a situação, apresentando-se, oferecendo ajuda e ter certeza que o doente se sente compreendido e aceite. Na maioria das vezes, estas coisas são o que a pessoa espera. Tranquiliza o doente ressaltando a ideia que estás lá para ajudá-los, não para os ignorar ou fazer sentir pior.

3. “Eu concordo que isso é algo importante para ti, mas não posso atendê-lo agora.”

O PROBLEMA: Definir limites é importante, especialmente se o doente é manipulador. Este tipo de doente pode tentar chamar a atenção das tuas emoções e consciência através do choro, ameaçando-o ou mesmo através de agressões. Ele pode até mesmo exigir um tratamento especial,tal como  exigir para atender às suas necessidades em primeiro lugar.

A solução:  Embora seja tentador para confrontar diretamente o comportamento, isso só vai empurrar a pessoa para levantar o seu argumento ainda mais. Doentes difíceis têm as suas próprias crenças e não irá aceitar a forma como você vê as coisas.

4. “Você parece ter uma opinião diferente sobre o assunto.Deixe-me explicar suas outras opções. “

O problema: Doentes complicados são difíceis de gerir por várias razões. Por um lado, eles podem testar o teu limite indo mesmo até ao ponto onde acabas por responder de forma negativa.

A SOLUÇÃO: Ao abordar este tipo de doentes deves evitar o uso de frases que irão agravar a situação.

“Ao lidar com doentes difíceis, é importante manteres o teu tom de voz e a tua postura. O uso de uma linguagem negativa só vai colocá-los num modo defensivo que só vai tornar a situação ainda mais difícil de resolver. Tenta dar as respostas positivas “.

5. “Eu peço desculpas, mas eu não entendo o que você está tentando dizer.”

O PROBLEMA : O paciente é um simplesmente muito complicado

A SOLUÇÃO: Uma boa maneira de aumentar a raiva de uma pessoa é a incompreensão e deixar que o assunto se disperse. Usando esta expressão redirecciona o foco da pessoa e ajuda a que os seus sentimentos e queixas se tornem mais claros para ti, ajudando a evitar mal entendidos. Esta expressão vai ajudar-te a esclarecer e a compreender o que o doente realmente quer-

Para fazer essa abordagem mais eficaz, podes usar a linguagem corporal de forma não agressiva .Manter as mãos lado a lado, em vez de cruzar os braços sobre o peito é um bom exemplo. Contacto com os olhos também é particularmente importante quando se fala com as pessoas, uma vez que ajuda a criar a impressão de que estás  focado na pessoa e no que ela te está a dizer.

Traduzido de: http://nurseslabs.com/

Já te deparaste com um doente difícil anteriormente? Como lidaste com a situação?

Gostar
Seguir
google

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo