Mundo enfrenta sérios desafios na redução da obesidade infantil e consumo de álcool

0 6

Apesar de uma maior cobertura de saúde e acesso ao planeamento familiar e menos mortalidade materna e infantil, a obesidade nas crianças, o consumo de álcool e mortes causadas pela violência continuam a ser obstáculos enfrentados por muitos países do mundo, comprometendo o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) em 2030.

Esta é uma das principais conclusões do estudo realizado pela Global Burden of Disease, publicado na revista The Lancet, que avaliou o desempenho de 188 países em 33 indicadores relacionados com a saúde, com dados referentes a 2015.

Portugal obteve um agradável 22.º lugar, contudo, os autores do relatório salientam a preocupação com a incidência de novos casos de infeção pelo VIH, que continua a ser das mais elevadas da Europa.

Em termos gerais, «nenhuma nação conseguiu alcançar o objetivo de reduzir o excesso de peso infantil ou eliminar totalmente doenças infeciosas como o VIH e a tuberculose», assinala o comunicado de imprensa sobre a investigação.

No estudo, que contou com a colaboração de investigadores dos vários países, o cumprimento das metas dos ODS na área da saúde foi avaliado de forma geral num índice. Os 188 países foram classificados (de 0 a 100), surgindo a Islândia no topo da tabela com um resultado de 85 e no final do ranking a República Centro-Africana, com 20. Portugal conseguiu um índice ODS relacionado com a saúde de 78.

A publicação pode ser consultada na íntegra aqui

Fonte: Univadis

Gostar
Seguir
google
Loading...
Assina a Newsletter

Ao assinares a Newsletter vais receber no teu mail as notícias e novidades da PortalEnf

Não fazemos Spam e respeitamos a tua privacidade
Assina a Newsletter
close-link
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo