Cepa emergente de cândida representa risco para pacientes hospitalizados em unidades de saúde europeias

0 95

O Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (European Centre for Disease Prevention and Control, ECDC) está alertando sobre a necessidade de conscientizar as unidades de saúde na Europa sobre a Candida auris, no interesse da segurança dos pacientes.

A C. auris é uma levedura que surgiu recentemente e que foi descrita pela primeira vez em 2009, sendo subsequentemente associada a infecções invasivas e surtos em unidades de assistência à saúde em todo o mundo, incluindo hospitais no Reino Unido e Espanha.

Em uma Avaliação rápida de risco , o ECDC alertou que a C. auris pode causar infecções invasivas em pacientes com comprometimento grave. O ECDC afirmou que a maioria dos isolados é resistente ao fluconazol. Foi relatada resistência a outros agentes antifúngicos, e isolados de C. auris multirresistentes apresentando resistência às três principais classes de antifúngicos já foram descritos.
“Diferente de outras espécies de cândida, a C. auris parece ter uma maior propensão para transmissão entre pacientes em unidades de saúde”, ele acrescentou.

O ECDC disse que dificuldades com identificação laboratorial e falta de consciência sobre esta nova espécie de cândida pode resultar na não detecção de transmissão e de surtos. Por esses motivos, ele disse ser importante conscientizar sobre a levedura de modo que unidades de saúde possam adaptar suas estratégias de testes laboratoriais e implementar medidas de controle aprimoradas oportunamente para prevenir outros surtos hospitalares.

Fonte: Univadis

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina aqui a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo