Manual de normas de enfermagem: Cateterização de Veia Central

0 840

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O acesso venoso central  tem como finalidades a monitorização hemodinâmica, manutenção de uma via de infusão de soluções ou medicações, nutrição parenteral prolongada, hemodiálise, ou mesmo para a colheita de amostras sanguíneas para análises laboratoriais, é um procedimento extremamente frequente em unidades de cuidados intensivos.

A monitorização hemodinâmica invasiva contínua tem sido cada vez mais utilizada com a finalidade de diagnóstico e definição do tratamento de causas específicas de instabilidade cárdio-vascular observadas no período peri-operatório. Fornece informações relevantes que subsidiam uma decisão clínica racional quanto à necessidade de suporte cardíaco farmacológico ou de infusão de líquidos. Se reveste de especial importância em pacientes idosos e nas cirurgias de grande porte, como nas cirurgias oncológicas e nas de elevado risco de sangrento, em face da necessidade de reposição volêmica generosa e rápida sob o controle rigoroso da pré-carga ventricular.

A técnica de Seldinger é considerada a mais segura e utilizada na atualidade. Apesar de custo mais elevado, esta técnica permite a inserção de cateteres de grosso calibre e/ou de múltiplos lumens.

É uma técnica relativamente segura, com menores riscos de complicações imediatas, uma vez que o vaso é puncionado com uma agulha de calibre relativamente pequeno (18G).

Técnica : A veia central é puncionada com uma agulha longa, de pequeno calibre, por dentro da qual avança-se um fio-guia. Com o fio-guia na posição adequada, um dispositivo de dilatação venosa é introduzido vestindo o mesmo. A seguir, o cateter é passado vestindo o fio-guia até a posição desejada.

No manual que se segue podes encontrar toda a informação relativa a este procedimento.

Este manual elaborado pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), pretende ser um contributo para profissionais de enfermagem e alunos em processos de cuidar, tendo por base os princípios científicos, não esquecendo os constrangimentos que decorrem do estado da arte em contexto real nas unidades de saúde.

Vê aqui o excerto do manual relativo à  “Cateterização de Veia central”.

 

Fontes: portalmedico  ,  ACSS

Vê mais Sobre:

Manutenção de Cateteres Intravasculares – Manual de Normas de Enfermagem

Classifica este artigo: [ratings]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo