Está a demorar?clique aqui...
A carregar

Índice de Desmame Ventilatório Ferrari-Tadini

0 421

Entende-se por desmame ventilatório o  processo transitório entre o suporte mecânico e a respiração espontânea. Ao contrário do que o termo desmame sugere, esse processo pode ser abrupto, o que é relativamente comum em situações em que a retirada gradual se faz desnecessária.

O Índice de Desmame Ventilatório Ferrari-Tadini (IDV) foi idealizado com o objetivo de analisar e orientar o desmame ventilatório dos pacientes críticos internados em Unidades de Cuidados Intensivos, com quadro de IRpA e que necessitaram intubação orotraqueal. Os autores, Douglas Ferrari, médico intensivista e Rodrigo tadini, fisioterapeuta intensivista, pretenderam devolver modo prático e objetivo.

Para análise, entende-se como desmame efetivo aquele que permita o prazo de 48 horas fora do ventilador mecânico. Nas tabelas de pontuação foram observadas variáveis baseadas na literatura e clínica.

O IDV não substitui a avaliação e julgamento clínico, sendo referência na colaboração da conduta a ser adotada através do intensivista, índice inédito de autores nacionais.

O IDV Ferrari-Tadini, tem como base a análise multifatorial no desmame da ventilação mecânica invasiva, avaliando, criteriosamente os parâmetros: escala de glasgow, volume corrente, FIO2, frequência respiratória, saturação de O2, PaCO2, PaO2, pressão inspiratória máxima, pressão suporte e idade.

Dando uma pontuação de 1 a 3 para cada um, tem-se por fim uma pontuação, sendo enquadrada na Classe Pontuação Prognóstico, dividida em: Classe I, de 27 – 30 pontos, extubação indicada; Classe II, 23 – 26 pontos, extubação favorável; Classe III, 20 – 22 pontos, extubação desfavorável; e Classe IV, < 19, extubação contra-indicada.

Tal índice preditivo demonstrou-se eficaz já que foi preconizado a partir das principais variáveis ventilatórias analisadas durante um desmame.

 

Tabela – IDV – Índice Ferrari-Tadini

Parâmetros

Valores

Pontos

  1. Pao2

> 90

80 – 90

< 80

3

2

1

2- Pa Co2

< 45

45 – 55

> 60

3

2

1

3- Saturação

> 95%

92 – 95%

< 92%

3

2

1

4- FIO2

< 40

40- 50

50 – 60

3

2

1

5- Volume Corrente

> 7

5 – 7

< 5

3

2

1

6- Frequência Respiratória

< 25

25 –35

> 35

3

2

1

7- Glasgow

> 10

8- 10

< 8

3

2

1

8- Pressão Inspiratória

> 25

20 –25

> 35

3

2

1

9- Pressão Suporte

< 10

10- 15

> 15

3

2

1

10 – Idade

<60

60-80

<80

3

2

1

 

 

Classe

Pontuação

Prognóstico

I

27 – 30

Extubação Indicada

II

23 – 26

Favorável

III

20– 22

Desfavorável

IV

< 19

Contra-Indicado

 

No desmame são utilizados métodos como a Ventilação Mandatória Intermitente Sincronizada (SIMV), a Ventilação com Suporte Pressórico (PSV) juntamente com as tentativas de ventilação espontânea em Tubo-T.

Utilizadas de maneira intercalada com ventilação assisto-controlada, são formas utilizadas em suporte ventilatório durante o desmame, porém ambas não demonstram superioridade absoluta, tomando como parâmetro uma modalidade em relação à outra

 

Vê como podes ajudar...

Fonte http://www.medicinaintensiva.com.br
emprego
publicar artigo

Posts relacionados... Mais do autor

Comentários

Loading...

Gostaste?

Vê como podes ajudar!

Assina a nossa newsletter e recebe as novidades no teu mail...
Share This Article:

close

Send this to a friend