Atualidade

«Vamos defender os especialistas até às últimas consequências»

Pub

Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltaram ontem a interromper as suas funções especializadas, afetando blocos de parto e maternidades.

A decisão foi tomada devido à «falta de resposta política» e de «soluções concretas» para as suas reivindicações após uma reunião com o Ministério da Saúde.

Para setembro está também agendada uma greve geral de cinco dias.

 

Em comunicado, a Ordem dos Enfermeiros (OE) diz que «o ministro da Saúde perdeu a oportunidade de honrar a sua palavra» e que a «OE está ao lado dos sindicatos que vão convocar a greve geral».

«Apoiamos também os enfermeiros especialistas que retomam amanhã o protesto. Entendemos que todos os enfermeiros têm mais do que razões para aderir a esta greve», considera ainda o comunicado assinado pela bastonária Ana Rita Cavaco.

Entretanto, a responsável afirma que a OE se encontra a preparar a impugnação da homologação do Parecer da Procuradoria Geral da República (PGR), por considerar que foi elaborado com base em informações erradas fornecidas pelo ministro da Saúde. «Vamos defender os especialistas até às últimas consequências», avisa Ana Rita Cavaco.

Looks like you have blocked notifications!
Este artigo é Útil?

Comenta no Facebook

Fonte
Univadis

Portalenf Comunidade de Saúde

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
error: Alert: Content is protected !!
X
X
X
Partilha isto com um amigo