«Vamos defender os especialistas até às últimas consequências»

0 283

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltaram ontem a interromper as suas funções especializadas, afetando blocos de parto e maternidades.

A decisão foi tomada devido à «falta de resposta política» e de «soluções concretas» para as suas reivindicações após uma reunião com o Ministério da Saúde.

Para setembro está também agendada uma greve geral de cinco dias.

 

Em comunicado, a Ordem dos Enfermeiros (OE) diz que «o ministro da Saúde perdeu a oportunidade de honrar a sua palavra» e que a «OE está ao lado dos sindicatos que vão convocar a greve geral».

«Apoiamos também os enfermeiros especialistas que retomam amanhã o protesto. Entendemos que todos os enfermeiros têm mais do que razões para aderir a esta greve», considera ainda o comunicado assinado pela bastonária Ana Rita Cavaco.

Entretanto, a responsável afirma que a OE se encontra a preparar a impugnação da homologação do Parecer da Procuradoria Geral da República (PGR), por considerar que foi elaborado com base em informações erradas fornecidas pelo ministro da Saúde. «Vamos defender os especialistas até às últimas consequências», avisa Ana Rita Cavaco.

Classifica este artigo: [ratings]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo