Enfermeiros ameaçam voltar à greve e entregar títulos

0 856

A Federação dos Sindicatos dos Enfermeiros voltou a reunir-se esta quarta-feira, e pela quarta vez, com representantes do Ministério da Saúde, para discutir o acordo coletivo de trabalho para a carreira especial de enfermagem. Caso não haja uma “resposta política” nas próximas semanas, estes profissionais ameaçam voltar à greve e os Enfermeiros Especialistas em Saúde Materna e Obstétrica (EESMO) admitem mesmo entregar os seus títulos de especialista.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Enfermeiros, José Correia Azevedo, o encontro de ontem serviu para apurar questões técnicas, agora “falta a decisão política”. Se os enfermeiros não tiverem resposta até dia 1 de setembro, “a luta irá endurecer”, alerta o responsável, admitindo a hipóteses de abandono das instalações hospitalares.

Também o porta-voz do Movimento dos EESMO, Bruno Reis, se manifestou sobre o impasse nas negociações e exige uma resposta ainda mais rápida, até a próxima reunião com a Administração Central do Sistema de Saúde, que está agendada para o dia 23 de agosto. Se tal não acontecer – diz – muitos dos especialistas estão dispostos a pedir a suspensão dos seus títulos na Ordem dos Enfermeiros, ficando desobrigados a desempenhar as funções específicas para que estão habilitados e podendo provocar novo caos nos serviços de obstetrícia e nos centros de saúde.

Gostar
Seguir
google
Fonte Jornal Enfermeiro
Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo