Luz de dispositivos digitais prejudica o sono

0 281

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A luz azul emitida pelos dispositivos eletrónicos pode contribuir para a grande prevalência de problemas de sono da atualidade, indicou um novo estudo.

Para o estudo, conduzido por uma equipa de investigadores da Faculdade de Optometria da Universidade de Houston, EUA, foram recrutados 22 indivíduos, com idades compreendidas ente os 17 e os 42 anos.

Foi pedido aos participantes que usassem óculos de bloqueio de ondas de comprimentos curtos, três horas antes de irem dormir, durante duas semanas. Os indivíduos usaram igualmente monitores de atividade e do sono durante 24 horas ao dia.

Foi também pedido aos participantes continuassem com a sua rotina normal à noite.

Como resultado, foi verificado um aumento de cerca de 58% nos níveis noturnos de melatonina nos participantes. O aumento verificado foi ainda maior do que o oferecido pelos suplementos de melatonina. A melatonina é o químico responsável por sinalizar no nosso organismo que são horas de dormir.

Os participantes relataram, igualmente, que tinham adormecido com mais rapidez, dormido melhor, e a duração do sono dos mesmos aumentou cerca de 24 minutos por noite.

“O destaque mais importante é que a luz azul à noite realmente diminui a qualidade do sono. O sono é muito importante para a regeneração de muitas funções no nosso organismo”, comentou Lisa Ostrin, a investigadora que liderou este estudo.

A fonte principal de luz azul é a solar. No entanto, esta luz encontra-se também na maioria dos dispositivos com LED. A luz azul aumenta o estado de alerta e regula o ritmo circadiano, sinalizando a hora de dormir.

A luz azul artificial ativa os fotorrecetores conhecidos como células da retina ganglionares intrinsecamente fotossensíveis (ipRGCs), as quais suprimem a melatonina.

A investigadora que liderou o estudo recomenda assim que se diminua o tempo passado em frente a ecrãs e o uso de óculos bloqueadores da luz azul ou lentes antirreflexo, de forma a limitar os efeitos da luz artificial à noite.

Gostaste deste artigo? Divulga-nos junto dos teus amigos e colegas!
Fonte Univadis

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

Share This Article:

close

Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Luz de dispositivos digitais prejudica o sono is highly popular post having 10 Facebook shares
Share with your friends
Powered by ESSB
Partilha isto com um amigo