Hospitais sem autorização para pagar dívidas

0 203

Embora o Estado tenha transferido, em janeiro, cerca de 500 milhões de euros a 39 hospitais EPE para que estes pagassem as dívidas a fornecedores, esse valor acabou por ficar congelado.

No mesmo dia em que receberam o dinheiro, as Finanças proibiram a sua movimentação, continuando as unidades à espera de instruções.

A notícia é avançada esta sexta-feira pelo Jornal de Notícias e dá conta de um total de 500,19 milhões de euros que foram transferidos pelo Tesouro no mês passado, mas que continuam parados nas contas bancárias de cada um dos 39 hospitais.

Os fornecedores mais pequenos do Serviço Nacional de Saúde (SNS), escreve o jornal, estão a pressionar os hospitais e alegam que têm salários em atraso e dívidas que não conseguem saldar, por estarem à espera de pagamentos, alguns desde 2016.

O Ministério das Finanças explicou que «as verbas transferidas destinam-se ao pagamento de dívida vencida a fornecedores, por ordem de maturidade», não adiantando, contudo, qualquer data para o desbloqueamento da verba.

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina aqui a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo