Maior hospital privado do país ameaça fechar

0 360

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Dono dos Hospitais Senhor do Bonfim, em Vila do Conde, diz que fechará complexo em Abril se Estado não pagar dívida.

O Senhor do Bonfim, em Vila do Conde, continua “às moscas” e tem os seus 350 trabalhadores com salários em atraso. Se o Estado não lhe pagar a dívida que exige nem conseguir firmar a entrada de um investidor, o dono admite: “Fecho o hospital em Abril.”

Manuel Agonia, dono do maior hospital privado do país, ameaça fechar em Abril se o Serviço Nacional de Saúde (SNS) não lhe pagar uma “dívida de mais de 500 mil euros” e se não encontrar um sócio.

“Ando vermelho de vergonha. Estou a dever aos meus funcionários. E se não lhes conseguir pagar, morrerei com o desgosto”, disse o empresário em declarações ao Jornal de Negócios, admitindo que os cerca de 350 trabalhadores dos Hospitais Senhor do Bonfim, em Vila do Conde, têm em atraso os salários de Janeiro e Fevereiro.

Ao mesmo jornal, Manuel Agonia denunciou que o SNS “tem por liquidar há mais de um ano” uma dívida superior a meio milhão de euros por serviços prestados no âmbito de um protocolo com o Centro Hospitalar Póvoa de Varzim/Vila do Conde.
Questionado sobre o tema, o secretário de Estado da Saúde disse desconhecer a dívida e prometeu “procurar ver o que se passa”.

Segundo o Jornal de Negócios, o complexo Hospitais Senhor do Bonfim é o maior hospital privado do país, com 549 camas, o dobro da lotação do Hospital da Luz, em Lisboa. Custou cerca de 100 milhões de euros e foi inaugurado há três anos. O Negócios diz ainda que o hospital previa facturar 44 milhões de euros por ano, mas está apenas a facturar três milhões.

Questionado sobre o tema, o secretário de Estado da Saúde disse desconhecer a dívida e prometeu “procurar ver o que se passa”.

Segundo o Jornal de Negócios, o complexo Hospitais Senhor do Bonfim é o maior hospital privado do país, com 549 camas, o dobro da lotação do Hospital da Luz, em Lisboa. Custou cerca de 100 milhões de euros e foi inaugurado há três anos. O Negócios diz ainda que o hospital previa facturar 44 milhões de euros por ano, mas está apenas a facturar três milhões.

Gostar
Seguir
google
Fonte Jornal de Negócios Público

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo