Tutela quer melhorar o bem-estar no trabalho dos que trabalham no SNS

0 118

O Ministério da Saúde decidiu criar um grupo de trabalho que terá como missão apresentar, no prazo de 60 dias, uma proposta de plano de ação para a melhoria do bem-estar no trabalho das cerca de 130 mil pessoas que trabalham nos organismos e entidades do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

«Este ano, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Felicidade, o Ministério da Saúde pretende pôr em prática um plano de ação com medidas concretas dirigidas à melhoria dos indicadores de bem-estar das pessoas que trabalham nos organismos e entidades do Serviço Nacional de Saúde (SNS)», salienta o despacho do Ministério da Saúde publicado hoje no Diário da República.

Este grupo de trabalho tem como objetivo elaborar um plano de ação para a promoção do bem-estar no trabalho nos organismos e entidades no SNS, que inclua as orientações necessárias ao enquadramento da execução de medidas concretas, designadamente no âmbito das seguintes áreas: Conciliação da vida pessoal com a vida profissional, melhoria dos locais de trabalho, envolvimento e participação dos trabalhadores e promoção de estilos de vida saudáveis.

O grupo será composto por um elemento da Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, da Administração Central do Sistema de Saúde, da Direção-Geral da Saúde, bem como por um especialista indicados pela Ordem dos Psicólogos, e especialistas em Medicina do Trabalho, em Saúde e Segurança no Trabalho e um elemento do gabinete da secretária de Estado da Saúde.

«Os resultados das pesquisas desenvolvidas sobre este tema evidenciam uma ligação direta entre o bem-estar das pessoas, a sua felicidade e a produtividade no trabalho que realizam. Também tornaram claro que a satisfação das pessoas aumenta o seu nível de comprometimento com a missão das organizações e de envolvimento nas suas atividades. Para que isso aconteça devem ser criadas, nas organizações, as condições propícias ao desenvolvimento organizacional, permitindo que o trabalho seja revelador de experiências positivas, que a vida pessoal e profissional possa conciliar-se sem ruturas e que o valor social do trabalho realizado se traduza em significado e aumente o sentimento de pertença às instituições e à finalidade de servir os cidadãos», justifica ainda o diploma hoje divulgado.

O despacho pode ser consultado aqui

Fonte Univadis

O melhor da PortalEnf...

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Segue-nos nas redes sociais!

Partilha isto com um amigo