EXCELENTE 2019 A TODOS OS ENFERMEIROS PORTUGUESES

0 72

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Mais um ano que se aproxima do fim (2018). E com isso, nasce um novo ano (2019), também!

O ano de que agora termina (2018), foi em minha opinião, um extraordinário ano, na luta, reivindicação e visibilidade para a ENFERMAGEM E ENFERMEIROS PORTUGUESES. Travaram-se várias lutas, que ainda não estão terminadas. Dizem que, pelo desgaste que os ENFERMEIROS provocaram, caiu um Ministro da Saúde. Passaram-se coisas raríssimas a nível do Governo da Geringonça!

Neste aproximar de final de ano, permitam-me que atribua os meus “globos de ouro”, a:

  • Movimento da Greve Cirúrgica;
  • Enfermeiros contribuintes, para o fundo da Greve Cirúrgica 1 e 2;
  • Sindicatos ASPE e SINDEPOR, por se colocarem ao lado dos ENFERMEIROS e decretarem a GREVE CIRÚRGICA, nos moldes em que foi decretada, merecendo aprovação do parecer da PGR;
  • ENFERMEIROS PORTUGUESES dos 5 Blocos Operatórios em GREVE CIRÚRGICA;
  • ORDEM DOS ENFERMEIROS com as suas Secções Regionais e a sua Bastonária, Enfª. Ana Rita Cavaco.

Apesar dos insultos a que fomos sujeitos pela titular da pasta da Saúde, e às injúrias, afrontas, enxovalhos que nos tentam fazer e em desacreditar a nossa Classe, somos nós, ENFERMEIROS, o sustentáculo do SNS. Somos nós ENFERMEIROS que acompanhamos todo o ciclo vital do Homem. Somos nós, ENFERMEIROS, que estamos 24 sob 24 horas, 365 dias por ano, junto à cabeceira da cama. Somos nós, ENFERMEIROS, que muitas vezes, quando este ciclo vital termina, que fechamos os olhos destes pacientes, para iniciarem o caminho para a eternidade. Somos nós, ENFERMEIROS, tantas e tantas vezes que colhemos em nossos braços e ouvimos o primeiro choro dos bebés e os colocamos ao peito da Mãe. E depois damos as boas-novas aos pais que ansiosos esperam esta notícia.

Somos nós, ENFERMEIROS, que em tantos momentos, a única mão que aperta e toca o doente, os olhos que, com serenidade olhamos os outros olhos e somos, tantas e tantas vezes, os únicos ouvidos que escutamos, os pedidos, os desabafos e as últimas confissões e desejos.

Sabemos sobejamente, que os mesmos que nos aplaudem nos bastidores reconhecendo o nosso trabalho e mérito, são os mesmos que à luz dos holofotes, para poucos minutos de fama pacóvia, oca, fútil e idiota, verborreiam opiniões, carregadas de ignorância, na tentativa de amedrontar, desmoralizar e tentar dividir, o que agora está mais unido do que nunca. Até “nos” convocam para audiências na Assembleia da República!

Neste final de ano, como em tantos outros vividos, muitos de Vós Colegas, vão deixar as Famílias, a festa, a passagem do ano, para estarem de serviço, a tratar de outras pessoas, doentes. É a obrigação da nossa Profissão. Mas a realidade é que deixamos os nossos, para tratar dos outros.

2019 está aí! Já bate à porta. Teremos concerteza, muitos dias de luta, tristezas e aborrecimentos, mas teremos também dias de glória, alegria e orgulho de ser-mos ENFERMEIROS.

Caros Colegas ENFERMEIROS PORTUGUESES, o momento é de muita firmeza e de nervos de aço.

Nunca esqueçamos: “uns adoram-nos pelo que somos, outros odeiam-nos pelo mesmo motivo”.

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES! Assim o queiramos e saibamos sê-lo.

Boas Festas e Feliz Ano Novo.

Humberto Domingues

Enf. Espec. Saúde Comunitária

2018.12.29 – 20h00

ENFERMAGEMNASLETRAS.BLOGSPOT.COM

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo