Glicose no sangue: níveis “normais” talvez não sejam tão normais

0 285

Uma equipa de investigadores descobriu, num estudo, picos nos níveis de glicose no sangue em pessoas saudáveis, os quais poderiam ser considerados pré-diabéticos ou diabéticos.
 
As análises atuais à glicose efetuam a monitorizam da mesma apenas num momento, ou avaliam a média das medições da mesma, sem considerar as alterações que se produzem ao longo do tempo.
 
O estudo que foi conduzido por uma equipa de investigadores liderada por Michael Snyder da Universidade de Stanford, Califórnia, EUA, teve como intuito monitorizar os picos de glicose ao longo do dia em pessoas saudáveis, consideradas não-diabéticas de acordo com os padrões convencionais.
 
Os investigadores analisaram as variações nos padrões de açúcar no sangue dos participantes após uma refeição, comparando esses padrões entre várias pessoas após consumirem a mesma refeição.
 
Para o efeito, recrutaram 57 indivíduos adultos, com uma mediana de idades de 51 anos e sem um diagnóstico de diabetes, que tiveram a glicose no sangue monitorizada de forma continua, no seu ambiente normal. Isto foi possível através de uns novos dispositivos que monitorizam a glicose. Foi também avaliada a resistência e a secreção de insulina nos participantes. 
 
Os participantes foram divididos em três grupos diferentes, segundo a variabilidade nos padrões de açúcar no sangue: um grupo com pouca variabilidade, outro com variabilidade severa e outro com moderada. 
 
Foi apurado que a desregulação da glicose no sangue é mais prevalente e heterogénea do que se pensava e que pode afetar pessoas consideradas como tendo valores de glicemia normais segundo os padrões normais.
 
Ao testarem os efeitos sobre os picos de glicose no sangue após consumirem “corn flakes” com leite, pão com manteiga de amendoim ou uma barra de proteínas, os investigadores observaram que cada participante respondeu de forma diferente a cada um daqueles pequenos-almoços, o que sugere que casa pessoa metaboliza o mesmo alimento de forma diferente. 
 
Foram observados valores dentro do padrão pré-diabético e diabético, um facto considerado muito surpreendente pela equipa e que agora pretende encontrar o que causa os picos em cada indivíduo de forma a que se possa agir de forma a manter a glicose com níveis baixos.

Fonte: Banco da Saúde

Patrocinado
0/5 (0 Reviews)
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...

Partilha isto com um amigo