MINISTRA DA SAÚDE DESNORTEADA COM A GREVE CIRÚRGICA, INSULTA ENFERMEIROS PORTUGUESES

0 2.166

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Ouvi com atenção as declarações da Srª. Ministra da Saúde, Profª. Doutora Marta Temido, numa entrevista à TSF e DN, onde apelidou de “criminoso e beneficiar o infractor”, caso negociasse com os Sindicatos que decretaram e apoiam a GREVE CIRÚRGICA dos ENFERMEIROS PORTUGUESES de Bloco Operatório.

Estas declarações são a demonstração do desnorte, da impreparação e da incompetência que a Srª. Profª. Doutora Marta Temido tem para Ministra da Pasta da Saúde.

Estas declarações são um desrespeito completo pelos ENFERMEIROS PORTUGUESES. Assim, a actual Ministra da Saúde, Profª. Doutora Marta Temido, não tem mais condições para negociar com os ENFERMEIROS, nem tão pouco para continuar na pasta.

Como ENFERMEIRO e como cidadão honrado, não lhe admito, nem à Ministra da Saúde, nem a Srª. Profª. Doutora Marta Temido, esse tipo de epitáfios, juízo de valor insultuoso, ofensivo e difamatório. Para além de tudo, confere este tipo de declarações e insinuações, o consagrado no Código Penal Português, ou seja, é crime!

Assim, apelo:

  • À Ordem dos Enfermeiros, através da Srª. Bastonária, Enfª. Ana Rita Cavaco, uma posição firme e de repúdio veemente, por mais este insulto da Srª. Ministra da Saúde, Profª. Doutora Marta Temido, aos ENFERMEIROS PORTUGUESES, e desencadear uma queixa-crime contra esta cidadã;
  • A Todos os Sindicatos, ASPE, Enfª. Lúcia Leite E SINDEPOR, Enf. Carlos Ramalho, por serem os Sindicatos que apoiam a GREVE CIRÚRGICA, mas também o SE, Enf. José Azevedo e o SEP, Enf. José Carlos Martins, uma posição firme, e queixa-crime contra a Ministra da Saúde, Profª. Doutora Marta Temido, pelas declarações proferidas;
  • A todos os Movimentos e Associações de ENFERMEIROS, uma posição veemente de repúdio por estas declarações da Srª. Ministra da Saúde;
  • Ao Senhor Primeiro Ministro um pedido de demissão desta governante, porque efectivamente, não tem já condições para permanecer no cargo e levar a bom porto, qualquer tipo de negociações, porque insultou os ENFERMEIROS PORTUGUESES e quebrou um princípio de confiança, lealdade e boa-fé, tendo o feito através de juízo de valor, insulto e de insinuações;
  • Ao Senhor Presidente da República que tome conhecimento de mais este incidente/acidente com mais um Ministro deste Governo da Geringonça, porque são mais que repetidos.

Já não bastava o momento de luto e de tristeza, pela morte de uma Equipa do INEM (Enfermeira e Médico) e dois pilotos tripulantes do Helicóptero do INEM, para vir agora esta Senhora insultar os ENFERMEIROS PORTUGUESES!

Volto a dizer-lhe Srª. Ministra da Saúde, Profª. Doutora Marta Temido, não lhe admito de forma nenhuma que me insulte a mim e à minha Classe Profissional, porque todos os dias me levanto cedo e permaneço até para além do meu horário, tal como tantos outros Colegas, para com honra, dignidade e responsabilidade exercer a minha profissão de ENFERMEIRO, que abraço com honra e prazer. Há limites e linhas vermelhas que não se podem pisar, muito menos ultrapassar, e a Srª. Ministra da Saúde, ultrapassou tudo e todos. Por isso só lhe resta pedir a demissão porque não tem mais condições para permanecer no lugar. Não há segunda oportunidade.

Humberto Domingues

Enfº. Espec. Saúde Comunitária

2018.12.16 – 18h00

[ratemypost] [ratemypost-result]

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina aqui a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo