Ministra recebe esta quinta-feira enfermeiros do movimento “greve cirúrgica” | Saúde

0 75

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Representantes do movimento “greve cirúrgica” dos enfermeiros vão ser recebidos esta quinta-feira pela ministra da Saúde, Marta Temido, num encontro agendado para as 19h30 no Ministério, em Lisboa.

A informação foi confirmada por duas profissionais deste movimento que esteve na origem da greve dos enfermeiros em blocos operatórios e que lançou uma recolha de fundos que angariou mais de 360 mil euros para financiar os grevistas e que já avançou com uma nova angariação para uma segunda greve idêntica.

A enfermeira Catarina Barbosa diz que o movimento pretende “fazer à ministra da Saúde um retrato real da profissão”, considerando que “muita da informação que tem sido passada, nomeadamente pelo Governo”, não está de acordo com a realidade.

O movimento de enfermeiros considera que as 35 horas de trabalho semanais não são uma realidade para todos os enfermeiros e que o descongelamento de escalões também está a criar desigualdades, prejudicando sobretudo os profissionais com contratos individuais de trabalho.

Os profissionais assumem ainda como “pontos em que estão irredutíveis” a criação da carreira de categoria especialista e a antecipação da idade da reforma para os 57 anos.

Sara Rego, também enfermeira do movimento “greve cirúrgica”, disse que encara esta reunião com a ministra Marta Temido como uma “atitude positiva” e que indicia “vontade de dialogar”.

Os enfermeiros dos blocos operatórios de cinco hospitais públicos estão em greve há quase um mês, uma paralisação que se estende até 31 de Dezembro e que tem provocado o adiamento de cerca de 500 cirurgias programadas por dia.

A greve, que teve origem neste movimento “greve cirúrgica”, foi marcada por dois sindicatos -Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros (ASPE) e Sindicato Democrático dos Enfermeiros Portugueses (Sindepor), que já admitiram avançar para uma segunda paralisação nos mesmos moldes, a partir de Janeiro.

A ministra da Saúde recebe na sexta-feira todos os sindicatos, dois dias depois de se ter avistado com a bastonária da Ordem dos Enfermeiros.


Fonte: Público

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo