Estes médicos-cirurgiões foram a Harare devolver o sorriso às crianças – Atualidade

0 7

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Nem sempre é fácil arrancar um sorriso a crianças pequenas. Mas a organização não-governamental (ONG) “Smile Train” não baixa braços – literalmente – enquanto não devolver o maior número de sorrisos que conseguir.

Esta ONG norte-americana oferece cirurgias corretivas a crianças e adultos com fenda lábio-palatina.

Em janeiro, profissionais médicos – entre médicos, cirurgiões e enfermeiros – estiveram no Hospital Chitungwiza, a 30 quilómetros da capital do Zimbabué, Harare, para fornecer cuidados médicos especializados a um conjunto de crianças com aquela malformação.

Veja as fotos

A parceria com o Ministério da Saúde e dos Cuidados Infantis daquele país está a aliviar os bolsos das famílias no Zimbabué, onde a cirurgia de correção pode facilmente atingir os vários milhares de euros.

Malformação frequente

A fenda lábio-palatina é das mais frequentes malformações congénitas do ser humano e a mais comum da face. Ocorre uma vez em cada 700 nascimentos, e, em Portugal, estima-se que nasçam cerca de 130 a 150 crianças, por ano, portadoras de uma forma desta malformação.

No mundo inteiro nasce uma a cada dois minutos e meio. Sumariamente, a fenda lábio-palatina é uma abertura numa região anatómica que deveria ser integra. Assim, uma fenda labial é uma abertura que torna o lábio uma estrutura descontínua e uma fenda palatina é uma abertura no céu da boca que permite a comunicação da cavidade bucal com a cavidade nasal, uma vez que o palato (céu da boca) é, simultaneamente o “teto” da boca e o “soalho” do nariz.

Como e quando ocorre?

A face forma-se a partir da união de vários “elementos” oro-faciais, o que acontece entre a 4ª e a 12ª semanas de gestação. Quando, por qualquer motivo, algo “perturba” este mecanismo de fusão, a fenda pode ocorrer.

Tratando-se de malformações, em muitos casos, desfigurantes, estas provocam, desde logo, um efeito emocional profundo nos pais e compromete seriamente o bem estar físico e psicológico da criança: a sucção torna-se difícil e, por vezes, é necessário encontrar formas alternativas para a alimentar; o mecanismo da deglutição está alterado; o fluxo de ar, através da fenda, seca as mucosas, facilitando as infeções que se estendem ao ouvido e que, quando não tratadas atempadamente, levam a perdas de audição; a erupção dentária é anómala; a fala está seriamente comprometida; muitas vezes, são necessárias múltiplas intervenções cirúrgicas.

Fonte: Lifestyle Sapo

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo