Greve dos enfermeiros mantém-se suspensa até 30 de janeiro

0 18

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Rodrigo Antunes / Lusa

A reunião entre os sindicatos dos enfermeiros e o governo abriu as portas para nova negociação e, por isso, a greve nos blocos operatórios vai manter-se suspensa até 30 de janeiro, data em que está marcada uma próxima reunião.

Depois de cerca de quatro horas de negociações, os representantes da Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros e do Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal garantiram aos jornalistas que há margem para continuar a conversação.

Este é a segunda vez que a greve que estava marcada para a passada segunda-feira é suspensa. A primeira suspensão foi anunciada depois dos sindicatos terem sido convocados para a reunião que se realizou esta quinta-feira e, com uma nova reunião marcada, a greve deverá manter-se suspensa, pelo menos, até dia 30.

Na reunião estiveram a ministra da Saúde, Marta Temido e, em representação do Ministério das Finanças, a secretária de Estado do Emprego e Administração Pública, Maria de Fátima Fonseca.

O protesto estava previsto durar até ao final de fevereiro e, por isso, um movimento online angariou mais de 420 mil euros para ajudar financeiramente os enfermeiros que aderissem à paralisação de longa duração.

Apesar do ASPE e do Sindepor manterem a greve suspensa, o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, que esteve reunido com o Ministério da Saúde antes da reunião desta quinta-feira, vai manter a greve de quatro dias agendada para a próxima semana.

Fonte sindical disse à Lusa que o Ministério da Saúde decidiu um “encerramento abrupto” unilateral do processo negocial.


Fonte: ZAP

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo