Ministra espera que enfermeiros e Governo estejam à altura das necessidades do SNS

0 29

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Sobre a reunião de negociação suplementar que o Governo tem na quarta-feira com os sindicatos, a ministra Marta Temido disse aos jornalistas que espera que seja “uma sessão de trabalho produtiva”, na qual se perceba “o percurso já feito” e em que pontos não é possível haver mais aproximação das partes.

“Esperamos que todos saibam estar à altura de responder ao que os portugueses esperam de nós, que é um SNS que funciona de forma tranquila, que responde com prontidão e rapidez e que está lá quando os portugueses precisam”, afirmou a ministra à margem da inauguração de uma nova unidade no hospital Curry Cabral, em Lisboa.

Marta Temido escusou-se a entrar em detalhe sobre o processo de negociação e sobre o que está em cima da mesa na reunião de quarta-feira, lembrando que para a negociação complementar ficaram “alguns aspetos de natureza remuneratória”.

Na quarta-feira, os dois sindicatos que suspenderam a greve cirúrgica, marcada de 14 de janeiro a 28 de fevereiro, estarão na reunião com o Governo e já admitiram reativar a paralisação suspensa caso não cheguem a um acordo definitivo.

Numa mensagem aos seus sindicalizados, a Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros disse que “levantará de imediato a suspensão da greve caso o Governo mostre falta de empenho nas negociações ou uma posição irredutível que desrespeite” as reivindicações dos enfermeiros.

LUSA


Fonte: Saúde Online

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo