Enfermeiros. Greve de zelo vai deixar sem assistência doentes em macas nos corredores – Observador

0 6

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Federação dos Sindicatos de Enfermeiros (FENSE) convocou uma greve de zelo, por tempo indeterminado, em luta pela negociação do Acordo Coletivo de Trabalho, que o Governo interrompeu no início deste ano. A paralisação avança no dia 1 de março, noticia o Jornal de Notícias, na versão impressa.

A paralisação tem como objetivo denunciar as más condições em que os doentes são acomodados nos hospitais. É por isso que, durante esta paralisação, os enfermeiros não vão assistir os doentes que se encontrem em macas nos corredores.

José Correia de Azevedo, porta-voz da FENSE, disse ao mesmo jornal que quer mostrar que os hospitais “acomodam os doentes de qualquer maneira”. O porta-voz explicou que a prestação de tratamentos em maca não é adequada, defendendo que os doentes “merecem dignidade e respeito”.

Além da assistência de doentes em maca, esta greve abrange também as cirurgias adicionais, o trabalho suplementar programada, a condução de viaturas dos centros de saúde e o cumprimento de notas de serviços — exceto os serviços que correspondem a serviços mínimos.

Esta paralisação nada tem a ver com a greve cirúrgica, que não foi levantada por um dos sindicatos que a convocou, o Sindepor, estando o seu presidente em greve de fome desde quarta-feira, em frente ao Palácio de Belém.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para [email protected] ou, pessoalmente, para Sónia Simões ([email protected]) ou para João Francisco Gomes ([email protected]);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.

Fonte: Observador

Este post foi útil?

Clique numa estrela para o avaliar!!

Classificação média / 5. Contagem de votos:

Este post foi útil para ti...

Segue-nos nas redes sociais!

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo