Novas diretrizes: Gestão da dor oncológica em adultos e adolescentes

0 313

A Organização Mundial de Saúde (OMS) publicounovas diretrizes relativamente à gestão farmacológica e radioterapêutica da dor oncológica em adultos e adolescentes. O último conjunto de diretrizes da OMS sobre gestão de dor oncológica foi emitido em 1996.

As diretrizes recomendam que os doentes devem iniciar um analgésico adequado e com a potência adequada para o tipo e a intensidade da dor. Não devem ser administrados analgésicos ligeiros de modo isolado para o início do tratamento da dor moderada ou grave. Qualquer opioide pode ser considerado para manutenção do alívio da dor, dependendo da avaliação clínica e da intensidade da dor. 

Os autores recomendam vivamente que sejam administrados esteroides adjuvantes para obter o controlo da dor quando indicado. “No tratamento da dor ou de complicações oncológicas, devido pelo menos em parte a edema que envolve um tumor, são preferíveis os esteroides com o menor efeito mineralocorticoide”, afirmam. 

Publicidade

As diretrizes recomendam que, em adultos e adolescentes com metástases ósseas, seja usado um bifosfonato para prevenir e tratar a dor óssea. Naqueles doentes com dor relacionada com as metástases ósseas, deve ser utilizada radioterapia fracionada de dose única, nos casos em que a radioterapia seja indicada e esteja disponível. 

Os autores recomendam igualmente que sejam considerados cuidados psicossociais ao conceber os planos de cuidados prestados aos doentes. 

0/5 (0 Reviews)
O melhor da PortalEnf...

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Se gostaste deste Post
Assina a nossa Newsletter

Experimente, você pode cancelar a inscrição a qualquer momento.
close-link
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo