Enfermeiros recusam mandar para centros de saúde doentes triados a verde ou a azul nas urgências – Atualidade

0 8

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros (OE) denunciou hoje a situação na comissão parlamentar de Saúde, considerando gravíssimo que o hospital pretenda depositar nos enfermeiros essa responsabilidade.

“Não é aos enfermeiros que compete, e é um risco enorme, mandar embora um doente que objetivamente tem uma queixa. Uma pessoa triada com verde e azul [as cores de menor prioridade na triagem das urgências] não significa que a sua situação, passado umas horas ou um dia, não tenha piorado. Não podem enviar as pessoas embora do serviço de urgência sem resposta, porque não compete aos enfermeiros”, indicou Ana Rita Cavaco em declarações à agência Lusa no final do encontro com os deputados.

Para a bastonária da OE, nem os médicos provavelmente quererão assumir isso por motivos de segurança.

“Entendemos que as pessoas que vão ao serviço de urgência fazem-no com um problema para resolver, porque não têm resposta em outro sítio. Portugal não tem um sistema centrado nos cuidados de saúde primários. A solução não passa por mandar as pessoas embora [da urgência hospitalar], passa por organizar melhor os centros de saúde e dar resposta nos cuidados de saúde primários”, defendeu Ana Rita Cavaco.

Fonte: Lifestyle Sapo

Este post foi útil?

Clique numa estrela para o avaliar!!

Classificação média / 5. Contagem de votos:

Este post foi útil para ti...

Segue-nos nas redes sociais!

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo