Hospital Privado de Chaves vai criar 180 empregos

0 59

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O projeto junta investidores locais e regionais, afirma-se como “o primeiro hospital privado” do Alto Tâmega e quer também atrair utentes da vizinha Galiza (Espanha).

A fonte do conselho de administração disse à agência Lusa que está previsto o início das obras para finais de junho, início de julho deste ano e que a abertura do hospital será feita de forma faseada.

Até ao outono estarão em funcionamento algumas consultas de especialidade e meios complementares de diagnóstico e terapêutica, de forma provisória, prevendo-se que toda a unidade esteja a funcionar até ao verão de 2020.

De acordo com a fonte, vão ser criados 180 postos de trabalho, direta e indiretamente, entre médicos, enfermeiros, administrativos e colaboradores.

O hospital privado vai disponibilizar especialidades médicas, especialidades cirúrgicas, diagnóstico e terapêutica (análises clínicas, exames de audiologia, cardiologia, gastroenterologia, neurorradiologia, patologia clínica, pneumologia e radiodiagnóstico) e incluirá também uma residência sénior.

A fonte referiu ainda que estão previstos acordos com todos os seguros e subsistemas de saúde.

O projeto tem um objetivo “primordialmente regional e nacional”, no entanto a administração entende que a localização de Chaves, “com a sua proximidade à zona raiana da Galiza, poderá proporcionar uma resposta aos utentes daquele mercado”.

A fonte referiu que vai “iniciar uma política de oferta e cativação do mercado transfronteiriço da zona raiana galega”.

O Hospital Privado de Chaves pretende proporcionar à população do Alto Tâmega “uma adequada cobertura de cuidados de saúde”, também “oferecer serviços de saúde complementares aos já existentes e de que a região carece” e procura ainda “uma forte interação com as termas da região”, ajudando a dinamizar o turismo de saúde.

Esta unidade de saúde tem como parceiros iniciais já estabelecidos o Hospital Terra Quente e o Hospital da Prelada.

A apresentação pública do projeto realiza-se na segunda-feira, em Chaves, e estará a cargo do presidente do conselho de administração do Hospital Privado, Manuel Ferreira Lemos, contando ainda com a presença do presidente da Câmara de Chaves, Nuno Vaz.

LUSA

Fonte: Saúde Online

[ratemypost] [ratemypost-result]

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo