Sobrou 246 mil euros do fundo de apoio a greves dos enfermeiros – Atualidade

0 7

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Segundo o breve relatório, hoje divulgado pelo jornal Público e que foi publicado na página do Facebook do grupo “Greve Cirúrgica”, que esteve na origem das paralisações que obrigaram a adiar milhares de cirurgias, sobraram da primeira greve 42.157 euros.

Os dados indicam que o total angariado da segunda greve (384.836 euros) mais o que sobrou da primeira totalizou 426.933 euros.

O grupo lembra ainda que, do valor total angariado, é retirado pela plataforma PPL o correspondente ao IVA (23%) e à comissão pelo trabalho.

Os dados indicam ainda que foram gastos 180.869 em doações e despesas de manutenção de conta, restando um remanescente de 246.124 euros.

O grupo de profissionais aproveita a mensagem publicada para agradecer “todos os contributos dos colegas em prol desta luta nunca antes tentada”, aos enfermeiros dos blocos cirúrgicos que levaram a cabo a paralisação, aos piquetes de greve e aos sindicatos que a apoiaram.

“Fizemos o que ainda não tinha sido feito e não vamos parar por aqui”, avisa o grupo, garantindo: “Brevemente daremos mais informações acerca do destino do montante remanescente”.

O grupo “Greve Cirúrgica” garante que vai manter-se “atento e em período de definição de novas estratégias” e afirma: “vamos continuar sempre ao lado dos enfermeiros”.

Fonte: Lifestyle Sapo

[ratemypost] [ratemypost-result]

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo