Vida íntima e sexual: estratégias para lidar com o impacto do cancro da mama

0 36

Ser diagnosticada com cancro da mama é difícil só pela existência da palavra cancro. Mas passar pelo cancro, não significa viver sem sexo, sem sexualidade e sem afetividade.

Algumas mulheres sentem-se perdidas face à sua relação afetiva e sobre a sua sexualidade perante o cancro da mama, mas isto poderá ser diferente. Assim, deixo alguns conselhos para os casais abordarem a sua vida íntima e sexual, reaprendendo a viver durante e depois da doença.

Falar abertamente com a equipa médica

Inicialmente poderá sentir-se desconfortável abordando as temáticas sobre a intimidade afetiva e sexual. A grande maioria dos profissionais de saúde estão habilitados a esclarecer dúvidas sobre o campo sexual e afetivo e dentro da sua especialidade darão os melhores conselhos.

Desde o oncologista, ao cirurgião, passando pelo nutricionista, ginecologista, psiquiatra, enfermeiros, psicólogo ou sexólogo, todos poderão ajudar neste novo desafio. Daqui sai a importância da equipa multidisciplinar que tem como objetivo centralizar-se na mulher e promover qualidade de vida.

Patrocinado

Discutir o caso com um psicólogo ou sexólogo

Se os profissionais acharem que existe benefício para a doente de esclarecer dúvidas face a disfunções afetivas ou sexuais, naturalmente será encaminhada para uma consulta desta especialidade; ou a Mulher poderá requerer a consulta de Psicologia ou Sexologia (não sinta medo ou pudor, falar de sexo e sexualidade é um tema da vida, do casal e do ser humano).

Tratar questões que geram desconforto

A Consulta de Sexologia aborda as questões associadas a uma prática sexual satisfatória, desta forma é efetuada uma história sexual da mulher ou do casal e apuram-se questões que estão a gerar algum desconforto. Os temas trazidos pela mulher com Cancro de Mama são variados: desde dificuldade em lubrificar, alteração hormonal, inibição ou ausência de líbido, dificuldade em atingir o orgasmo, dificuldade em gerir a sua imagem corporal após intervenção cirúrgica. Verificamos expectativas, colocamos em prática planos da esfera emocional e sexual, tentamos promover a melhoria na sexualidade.

Fonte: Lifestyle Sapo

0/5 (0 Reviews)
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...

Partilha isto com um amigo