Equipa dos Hospitais de Coimbra realizou 19 intervenções cardíacas em Maputo

0 8

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Esta missão, realizada no Instituto do Coração de Maputo, de 15 a 23 de novembro, “foi dirigida para o tratamento cirúrgico da patologia valvular cardíaca de origem reumática e foi a 20.ª missão anual consecutiva desde que o Instituto, criado sob os auspícios das Cadeias de Esperança do Reino Unido, de França e de Portugal, foi inaugurado em junho de 2001″, refere um comunicado do CHUC enviado à agência Lusa.

Citado na nota, o cirurgião Manuel Antunes, chefe de missão e presidente da Cadeia Esperança Portugal, refere que foram apresentados e reavaliados clínica e imagiologicamente pela equipa médica 20 doentes, na grande maioria crianças e jovens com necessidade de intervenção.

O trabalho cirúrgico iniciou-se ainda ao fim da manhã do dia 16 e prolongou-se até dia 23, tendo, nesse período, sido realizadas 19 intervenções em 17 doentes.

“Pela primeira vez naquele Instituto foi realizada uma cirurgia coronária híbrida numa doente adulta, que é um tipo de intervenção apenas realizado em centros de excelência”, realça Manuel Antunes, salientando que, nas cirurgias, participaram ativamente os elementos da equipa cirúrgica local.

Segundo o cirurgião cardiotorácico, “o pós-operatório destes doentes foi efetuado na unidade de cuidados intensivos, capacitada com oito camas, e na enfermaria, com disponibilidade suficiente de camas para os doentes operados”.

“Diariamente, foi realizada a avaliação e seguimento clínico e os cuidados de enfermagem das crianças operadas, conjuntamente com a equipa médica e de enfermagem do Instituto”, explicou.

De acordo com o comunicado, todos os doentes tiveram pós-operatórios favoráveis e, no momento de regresso da equipa de missão a Portugal, alguns já tinham tido alta hospitalar.

Contando com os doentes operados nesta missão, a equipa do Centro de Cirurgia Cardiotorácica do CHUC operou, até hoje, mais de 360 doentes, com uma taxa de sucesso superior a 99%.

Os seis elementos da equipa liderada por Manuel Antunes participaram na missão de forma voluntária e gratuita e, além das cirurgias, prestaram formação específica ao pessoal clínico pertencente ao Instituto do Coração de Maputo.

SO/LUSA

Fonte: Saúde Online

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo