Aspirina pode ser considerada como tratamento e prevenção da enxaqueca

0 276

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Investigadores do Schmidt College da Universidade Atlântica da Flórida sugerem que a aspirina é um bom tratamento para as enxaquecas e pode ser tomada continuamente como prevenção.

A enxaqueca é um problema incapacitante que afeta mais pessoas que a diabetes, a epilepsia e a asma juntas. Caracteriza-se por uma dor de cabeça muito forte que pode durar até 72 horas, acompanhada de vómitos e sensibilidade à luz, cheiro e sons.

Existe medicação disponível para tratar as enxaquecas agudas, assim como para prevenir episódios recorrentes. Contudo, nos EUA muitos pacientes não são tratados adequadamente por falta de acesso aos cuidados de saúde ou por falta de meios económicos para adquirir a medicação.

Os investigadores desenvolveram uma revisão de 13 estudos randomizados sobre o tratamento de enxaquecas em 4.222 pacientes e sobre a prevenção em centenas de milhares de pacientes.

Os resultados revelam que elevadas doses de aspirina (900-1.300 miligramas) tomadas no início da enxaqueca aguda eram eficazes e seguras como tratamento.

Além disso, alguns dos estudos analisados sugeriam a toma diária de doses de aspirina entre os 81 e os 325 miligramas como tratamento de prevenção eficaz e seguro.

Charles Hennekens, autor correspondente, afirma: “A nossa revisão valida o uso de elevadas doses de aspirina para tratar a enxaqueca aguda”, assim como as doses baixas diárias para prevenir.

E acrescenta que os efeitos secundários relativamente favoráveis da aspirina e os custos reduzidos desta, comparando com outros fármacos, tornam a aspirina uma boa alternativa de tratamento para os prestadores de cuidados de saúde primários e os seus pacientes.

Referências

Descoberta publicada na revista “American Journal of Medicine”

Gostaste deste artigo? Divulga-nos junto dos teus amigos e colegas!

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo