Novo estudo relaciona falta de Enfermeiros com aumento da mortalidade

0 106

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Há um novo estudo internacional, realizado pela Universidade de Antuérpia, Bélgica, que estabelece uma relação directa entre a falta de Enfermeiros e o aumento da mortalidade nos Hospitais.

De acordo com a investigação, metade das mortes inesperadas nos hospitais belgas deveu-se à falta de Enfermeiros, ou seja, os pacientes morreram repentinamente durante o tratamento ativo, sem que tenham iniciado um plano de cuidados para o final da sua vida.

DE sublinhar que a Bélgica, onde há 11 Enfermeiros por cada mil habitantes, tem um rácio de Enfermeiros acima da média da OCDE (8.8), enquanto que em Portugal esse valor cai para 6,7, segundo os dados mais recentes da OCDE.

“São dados que assustam e estamos a falar da Bélgica. Se o problema é grave na  Bélgica, é muito mais grave em Portugal.”, diz a Bastonária, Ana Rita Cavaco.

Consulte o estudo: https://www.uantwerpen.be/en/research-groups/centre-for-research-innovation-care/projects-and-publications/staff-shortages-deaths/

Fonte : Ordem dos Enfermeiros

Gostaste deste artigo? Divulga-nos junto dos teus amigos e colegas!

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Loading
Share This Article:

close