Urgência do Hospital de Santarém sem água quente, administração diz que solução está agendada

0 14

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Em resposta à Lusa, na sequência de denúncias de sinais de “exaustão” de auxiliares e enfermeiros deste serviço, por “já não suportarem ter de andar de trás para a frente com as cafeteiras elétricas” em que têm que aquecer a água para os cuidados de higiene aos doentes, o enfermeiro-diretor do HDS admite a existência do problema, tendo em conta que se trata de “uma estrutura antiga”, mas nega as dificuldades apontadas.

Sem adiantar há quanto tempo dura a avaria, João Formiga assegurou que a reparação “já está agendada, tendo sido condicionada pelas condições climatéricas”, e garantiu que “todos os doentes internados ou que tenham recorrido ao serviço de urgência, com necessidade de cuidados de higiene, fizeram-no, com recurso a água quente, nunca ficando essa situação comprometida”.

A denúncia recebida pela Lusa, e confirmada por várias fontes hospitalares, afirma que o serviço de urgência do HDS está sem água quente “pelo menos há sete meses”, sendo que alguns dos profissionais contactados afirmaram que acontece “desde abril” de 2019, o que cria constrangimentos, dado que o aquecimento tem sido feito com recurso a cafeteiras elétricas.

Por outro lado, algumas das fontes referiram que “chove” dentro das instalações das urgências, “nos corredores, gabinetes e triagem”, tendo que ser colocados baldes para amparar a água.

Fonte: Lifestyle Sapo

Classifica este artigo: [ratings]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo