COVID-19: AR impõe medidas de distanciamento social em restaurantes e bares com capacidade reduzida

0 20

Estas são algumas das medidas decididas hoje pelo secretário-geral da Assembleia da República, Albino de Azevedo Soares, num dos dois despachos publicados, considerando o plano de contingência do parlamento para a Covid-19, as orientações da Direção-Geral da Saúde, as medidas implementadas pelo Governo e ainda “os princípios da prevenção e da precaução, que visam evitar o risco conhecido e o risco potencial”. 

Recomendações da DGS

A DGS acompanha a situação da expansão do novo coronavírus e recomenda:

  • Em Portugal, caso apresente sintomas de doença respiratória e tenha viajado de uma área afetada pelo novo coronavírus, as autoridades aconselham a que contacte a Saúde 24 (808 24 24 24). Caso se dirija a uma unidade de saúde deve informar de imediato o segurança ou o administrativo.
  • Evitar o contacto próximo com pessoas que sofram de infeções respiratórias agudas; evitar o contacto próximo com quem tem febre ou tosse;
  • Lavar frequentemente as mãos, especialmente após contacto direto com pessoas doentes, com detergente, sabão ou soluções à base de álcool;
  • Lavar as mãos sempre que se assoar, espirrar ou tossir;
  • Evitar o contacto direito com animais vivos em mercados de áreas afetadas por surtos;
  • Adotar medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel ou com o braço, nunca com as mãos; deitar o lenço de papel no lixo);
  • Evitar o consumo de produtos de animais crus, sobretudo carne e ovos;
  • Seguir as recomendações das autoridades de saúde do país onde se encontra.

Assim, foi decidida a “aplicação imediata aos espaços de restauração e cafetarias da Assembleia da República das medidas de distanciamento social e redução em um terço da capacidade”. Foi também estabelecida a redução para metade da capacidade dos elevadores, com a recomendação do seu uso “ao estritamente necessário”.

Ler  As fotos da marcha branca dos enfermeiros em Lisboa - Atualidade

Outra das decisões foi, no âmbito dos serviços, a restrição da realização de reuniões presenciais, “com entidades externas ou reuniões internas”, devendo ser dada preferência a reuniões à distância.

A atividade de rotina do Gabinete Médico e de Enfermagem foi também suspensa temporariamente, passando a ser atendidas apenas “situações agudas”, além das “situações suspeitas de infeção respiratória aguda”, as quais devem ser encaminhadas “imediatamente para as áreas de isolamento”.

Receitas para doentes crónicos são asseguradas por via eletrónica e mantém-se o apoio telefónico permanente para a triagem, despistagem e encaminhamento de casos suspeitos de Covid-19.

De acordo com o outro despacho também hoje publicado, a Assembleia da República decidiu dispensar os funcionários inseridos em grupos de risco e promover o trabalho à distância e a rotatividade dos seus efetivos.

O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, convocou para hoje uma conferência de líderes para discutir “medidas excecionais” a tomar no parlamento face à pandemia do novo coronavírus, “com consequências nos agendamentos previstos”.

Fonte: Lifestyle Sapo

Looks like you have blocked notifications!
Queres receber as nossas notificações?
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo