COVID-19: Enfermeiros representam mais de metade dos profissionais de saúde no mundo

0 27

Por outro lado, cerca de 90% dos enfermeiros são mulheres. No entanto, a OMS alerta para a existência de desigualdades de género na profissão, referindo que dos poucos cargos de liderança no setor da saúde ocupados por enfermeiros, a maioria é ocupada por homens.

Quando esses cargos são ocupados por mulheres, acrescenta o relatório, as condições de trabalho da classe tendem a melhorar.

Segundo o diretor-geral da OMS, o relatório agora divulgado ganha particular relevância no contexto atual de pandemia, em que “muitos enfermeiros estão na linha da frente na batalha contra a covid-19″.

“Este relatório é um forte lembrete do papel único que desempenham e uma chamada de atenção para garantir que têm o apoio de que precisam para manter o mundo saudável, sublinha Tedros Adhanom.

Para dar resposta aos principais problemas da profissão, a OMS deixa algumas recomendações aos governos nacionais, desde o investimento na formação dos enfermeiros, ao nível das competências científicas, tecnológicas e sociológicas, à melhoria das condições de trabalho.

A OMS recomenda também a modernização e regulação profissional dos enfermeiros, através da harmonização dos padrões de educação e de exercício da profissão, a implementação de políticas sensíveis à igualdade de género, e o reforço do papel dos enfermeiros na tomada de decisão.

O relatório publicado pela OMS resulta da análise de dados de 191 países e foi produzido em parceria com o Conselho Internacional de Enfermeiros (ICN em inglês) e a campanha Nursing Now.

Segundo o co-presidente da Nursing Now, Nigel Crisp, “as opções políticas refletem ações que todos os países podem tomar nos próximos dez anos para garantir que haja enfermeiros suficientes em todos os países” e para melhorar a prestação de cuidados primários e a resposta a emergências de saúde como a pandemia da covid-19.

Ler  COVID-19: Sobe para 11 número de infetados no Centro de Apoio Social de Oeiras

A presidente do ICN, Annette Kennedy acrescenta que “os políticos compreendem o custo de formar e manter uma classe profissional de enfermeiros, mas muitos deles só agora reconhecem o seu verdadeiro valor”.

Fonte: Lifestyle Sapo

vote
Article Rating
Looks like you have blocked notifications!
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo