Covid-19: médicos preocupados com nova doença relacionada com coronavírus em crianças

0 4.925

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

As autoridades sanitárias britânicas lançaram, esta segunda-feira, um alerta aos médicos do Reino Unido, depois de terem identificado uma síndrome relacionada com o Covid-19 entre crianças. Até agora, considerava-se que as crianças tinham menos risco de desenvolver complicações relacionadas com a infeção provocada pelo novo coronavírus.

Numa carta dirigida aos médicos, a Associação de Pediatras de Cuidados Intensivos do Reino Unido adiantou que “nas últimas três semanas, houve um aumento aparente no número de crianças de todas as idades com um estado inflamatório multissistémico que requer cuidados intensivos em Londres e também em outras regiões do Reino Unido”.

A informação refere que o problema foi observado em crianças com e sem coronavírus, mas testes mostraram que muitos dos pacientes tinham sido infetadas com o coronavírus SARS-CoV-2.

Em causa, está uma espécie de combinação de sintomas, que incluem dores abdominais e problemas cardíacos graves. Uma espécie de síndrome do choque tóxico tão severo que obrigou algumas das crianças afetadas a serem internadas nos cuidados intensivos e mesmo a receberem oxigenação assistida, porque se mostravam incapazes de respirar sozinhas.

De acordo com o jornal The Guardian, não se sabe ao certo quantos casos há até agora, mas as autoridades pensam que não se tratará de um número pequeno. A preocupação é de tal ordem que os médicos foram alertados para enviarem para o hospital qualquer criança que apresente este tipo de sintomas, por mais leves que possam parecer.

“Os casos têm como característica comum a sobreposição de síndrome de choque tóxico e doença atípica de Kawasaki com parâmetros sanguíneos consistentes com Covid-19 grave em crianças.”

“Existe uma preocupação crescente de que uma síndrome inflamatória relacionada ao Sars-CoV-2 esteja surgindo em crianças no Reino Unido, ou que possa haver outro patógeno infeccioso, ainda não identificado, associado a esses casos”.

A doença de Kawasaki caracteriza-se por uma afectação das artérias coronárias, que tende a ocorrer em lactentes e crianças entre 1 a 8 anos. Apresenta sintomas como febre prolongada, erupções cutâneas, conjuntivite, inflamação das mucosas. Em casos extremos pode provocar aneurismas, rotura das artérias coronárias ou mesmo miocardite.

“Houve um aumento totalmente inesperado de crianças gravemente doentes com uma resposta inflamatória tardia, que acreditamos estar relacionada ao Covid-19”, confirmou um médico, citado pelo The Guardian.

De acordo com o balanço de domingo do Ministério da Saúde britânico, o Reino Unido registou 20.732 óbitos durante a pandemia covid-19, e o número total de casos de contágio é agora de 152.840, mas os dados publicados não incluem a distribuição por grupo etário.

 

Fonte: TVI24

Gostaste deste artigo? Divulga-nos junto dos teus amigos e colegas!

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo