COVID-19: No Hospital Santa Maria o primeiro infetado ainda não teve alta. É uma corrida contra o tempo

0 6

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O risco de contagiosidade e infecciosidade desta doença implicou uma “exigência acrescida” por parte dos serviços médicos, das estruturas hospitalares e da própria comunidade, disse o médico.

Foram criadas zonas de contenção nos hospitais e a necessidade de os profissionais usarem equipamentos de proteção especial que, no caso dos cuidados intensivos, obriga a um ritual rigoroso.

Antes de entrarem, os profissionais têm de despir a sua roupa, que fica guardada num balneário improvisado. De seguida, vestem um fato médico e colocam o equipamento de proteção: bata, óculos, viseira, touca, dois pares de luvas e coberturas para o calçado.

Já devidamente equipados e desinfetados, os elementos da equipa, maioritariamente enfermeiros, entram na unidade onde começa um árduo trabalho para salvar os doentes.

A Lusa pôde assistir à colocação de um doente em posição de “decúbito ventral” para melhorar a sua oxigenação que obrigou a um verdadeiro trabalho de equipa.

No final, uma enfermeira precisou de abrir por segundos uma janela para respirar o ar vindo da rua e quebrar a pressão que às vezes se sente naquele espaço, onde se luta pela vida, mas onde também impera a serenidade e a camaradagem entre a equipa.

À saída do turno, o ritual de retirar o equipamento ainda é mais exigente, porque por cada peça retirada é preciso desinfetar as mãos.

No dia da reportagem da Lusa, segunda-feira, estavam internados 20 doentes com necessidade de cuidados intensivos,

“Este número tem sido constante nos últimos dias, embora em absoluto não reflita a dinâmica dos internamentos”, disse João Miguel Ribeiro, acrescentando: “Temos tido oportunidade e a felicidade de poder transferir os doentes, porque melhoraram, para a enfermaria”.

Em média, são admitidos um ou dois doentes por dia no serviço, que continua a ter doentes sem covid-19, com doenças de diversos foros que também dependem destes cuidados.

Segundo João Miguel Ribeiro, o serviço ainda tem capacidade de resposta e o CHULN está a trabalhar “ativamente para crescer essa reserva”, contando ter esta semana mais dez camas, totalizando 56.

Ainda não há profissionais em sobrecarga porque o serviço antecipou essa realidade: fez “um trabalho de preparação e de formação” e neste momento “não há nenhuma evidência de saturação ou de sobrecarga física ou psicológica”.

“Agora sei que essa realidade, com a manutenção e até com a intensificação da expressão deste surto pandémico, vai ser inevitável e, portanto, em certa medida isso é uma realidade que também não vamos conseguir escapar”, concluiu o médico.

Em Portugal, segundo o balanço de quarta-feira da Direção-Geral da Saúde, registaram-se 380 mortes, mais 35 do que na véspera (+10,1%), e 13.141 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 699 em relação a terça-feira (+5,6%).

O país, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.

Fonte: Lifestyle Sapo

Gostaste deste artigo? Divulga-nos junto dos teus amigos e colegas! Ajuda-nos a Manter a PortalEnf. Clica aqui para saber mais!

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

Share This Article:

close

Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Partilha isto com um amigo