Cristina fala com mãe do enfermeiro Luís: “Quando o chamaram, estremeceu”

0 6

Luís Pitarma foi o nome que dominou a atualidade deste domingo, após o agradecimento público que lhe prestou Boris Johnson. Ao ter alta do Hospital St. Thomas, o primeiro-ministro britânico homenageou o “enfermeiro Luís, de Portugal”, que o acompanhou na ala dos cuidados intensivos, onde esteve durante uma semana devido à Covid-19.

Na manhã desta segunda-feira, no rescaldo da homenagem, Cristina Ferreira conversou com Edite, a mãe do profissional de saúde, que orgulhosamente confidenciou as emoções que dominaram a vida do filho nos últimos dias.

“Quando o chamaram para cuidar do primeiro-ministro ele estremeceu”, começou por frisar. Contudo, realçou que o nervosismo já se faz sentir desde que a pandemia começou. “Já ando a senti-lo nervoso há muito tempo porque ele está na linha da frente”.

Em junho, completam-se seis anos desde que o enfermeiro, de 29 anos, deixou o país que lhe negou o sonho, angústia que teima em permanecer no coração da progenitora.

“Nunca me esqueço do dia em que ele foi para Inglaterra. Foi a 12 de junho de 2014, o dia mais triste da minha vida. Custou-me e custa-me muito quando chego ao primeiro andar da minha casa e o vejo o quarto dele vazio (…) Ele não tinha trabalho cá, mandou mais de 200 currículos”, afirmou.

As saudades tornaram-se parte dos dias e vêm-se colmatas com visitas frequentes – a última com regresso antecipado e sem data de reencontro prevista.

“Ele vem cá pelo menos quatro vezes por ano. Estava cá em Portugal de férias quando teve de regressar [para Inglaterra]. Teve de regressar quatro dias mais cedo”, explicou.

“Dói-me muito que ele esteja a trabalhar nos cuidados intensivos (…) No dia anterior aquele em que ele foi chamado para cuidar do primeiro-ministrou, morreu-lhe uma doente com 22 anos. Ele estava muito triste”, contou.

Ler  Covid-19: Hospital de Leiria mede temperatura corporal de colaboradores, utentes e acompanhantes

Sobre a notoriedade que Luís ganhou nas últimas 24 horas, Edite assegura que o filho permanece reservado como sempre foi. Mas o orgulho de mãe não fará com que as homenagens sejam esquecidas: “O meu filho nunca gostou muito de protagonismo. Mas já comprei alguns jornais para lhe mostrar”.

Cristina Ferreira, partilhando também do orgulho pela prestação do enfermeiro português, rematou a conversa com o convite a Luís e à família para serem convidados d’O Programa da Cristina’ quando o profissional de saúde regressar a Portugal.

Leia Também: Quem é Luís , o enfermeiro que cuidou de Boris Johnson?

Fonte: Lifestyle Sapo

vote
Article Rating
Looks like you have blocked notifications!
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo