Proibição de acumular funções deixa lares sem enfermeiros

0 185

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Com a proibição de acumular funções no Estado e em IPSS, há muitos lares de idosos que ficaram sem enfermeiros para prestar os devidos cuidados de saúde.

Em março, foram revogadas as autorizações para acumular funções no Estado e em IPSS. Isto fez com que, por exemplo, enfermeiros do Serviço Nacional de Saúde (SNS) fossem proibidos de acumular funções em lares de idosos.

Segundo o Jornal de Notícias, isto acontecia enquanto as instituições de solidariedade (IPSS) eram pressionadas pelos hospitais a acolher idosos infetados com o novo coronavírus.

A nova lei fez com que muitos lares ficassem sem enfermeiros, que por norma são contratados ao SNS e conciliavam as duas funções. A Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) diz saber de unidades do SNS que suspenderam a acumulação de funções por medo de contágio.

Todavia, aconselham a que se decida caso a caso, para garantir os cuidados de saúde necessários. Apesar do despacho da ACSS, muitos enfermeiros continuam impedidos de trabalhar num lar.

Guadalupe Simões, do Sindicato dos Enfermeiros, salienta que há uma urgência do SNS em contratar enfermeiros. “Não se compreende como é que ainda não está a ser feito”, atira. “Foi porque acumulavam funções que nunca exigimos um melhor acordo coletivo”, disse ainda, lançando uma acusação às IPSS, que pagam salários baixos.

ZAP //
Fonte: ZAP

Gostaste deste artigo? Divulga-nos junto dos teus amigos e colegas!

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo