Remdesivir: Resultados promissores no combate ao coronavírus

medication for treatment corona virus infection(COVID-19,novel coronavirus disease 2019)
0 99

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Gilead Sciences, Inc. (Nasdaq: GILD) anunciou hoje os resultados preliminares do estudo clínico aberto de Fase III, estudo SIMPLE, que avalia a o duração de tratamento de 5 e 10 dias com o antivírico experimental remdesivir em doentes hospitalizados com manifestações severas da doença COVID-19. O estudo demonstrou que doentes que receberam um tratamento de 10 dias com remdesivir tiveram uma melhoria do seu estado clínico equivalente àqueles que foram submetidos a um tratamento de 5 dias (Odds ratio: 0.75 [95% CI 0.51 – 1.12] ao dia 14). Não foram identificados novos sinais de segurança com remdesivir em nenhum dos grupos de tratamento. A Gilead irá submeter para publicação os dados completos em revista científica peer-reviewed nas próximas semanas.

“Ao contrário do desenvolvimento tradicional de medicamentos, estamos a tentar avaliar um medicamento de investigação a par de uma pandemia global em constante evolução. Vários estudos em simultâneo estão a ajudar a perceber se o remdesivir é um tratamento seguro e eficaz para a COVID-19 e qual a melhor forma de o utilizar,” afirmou Merdad Parsey, MD, PhD, Chief Medical Officer da Gilead Sciences. “Os resultados deste estudo complementam os dados do estudo controlado por placebo de remdesivir conduzido pelo National Institute of Allergy and Infectious Diseases (NIAID) e ajudam a estabelecer a duração ótima do tratamento com remdesivir. O estudo demonstra o potencial de alguns doentes poderem ser tratados com um regime de 5 dias, o que poderá aumentar significativamente o número de doentes a ser tratados com o nosso atual stock de remdesivir. Isto é particularmente importante no contexto de uma pandemia, para ajudar os hospitais e os profissionais de saúde a tratar mais doentes que necessitam de cuidados urgentes.”
O remdesivir ainda não está autorizado ou aprovado em nehuma parte do mundo e ainda não foi demonstrado que seja seguro ou eficaz para o tratamento da COVID-19. Este estudo procurou determinar se um ciclo mais curto de 5 dias de tratamento com remdesivir conseguiria resultados de eficácia semelhantes aos do ciclo de tratamento de 10 dias utilizado em múltiplos estudos em curso com remdesivir. Os objetivos secundários incluíam taxas de eventos adversos e medidas adicionais de resposta clínica em ambos os grupos de tratamento. Os doentes deveriam ter evidência de pneumonia e níveis reduzidos de oxigénio que não exigissem ventilação mecânica no momento de entrada no estudo. A melhoria clínica foi definida como uma melhoria em dois ou mais pontos do início do tratamento, numa escala pré-definida de sete pontos, desde a alta hospitalar ao aumento dos níveis de suporte de oxigénio até à morte. Os doentes atingiam a recuperação clínica se já não necessitassem de suporte de oxigénio e cuidados médicos ou tivessem alta do hospital.

Neste estudo, o tempo para a melhoria clínica de 50% dos doentes foi de 10 dias no grupo de tratamento de 5 dias e de 11 dias no grupo de tratamento de 10 dias. Mais de metade dos doentes em ambos os grupos de tratamento tiveram alta hospitalar até ao 14º dia (tratamento 5 dias: 60.0%, n=120/200 vs. tratamento 10 dias: 52.3% n=103/197; p=0.14). Ao dia 14, 64.5 % (n=129/200) dos doentes no grupo de tratamento de 5 dias e 53.8 % (n=106/197) dos doentes no grupo de tratamento de 10 dias conseguiram recuperar.

Os resultados clínicos variaram consoante a localização geográfica. Fora de Itália, a taxa de mortalidade global no 14º dia foi de 7% (n=23/320) em ambos os grupos de tratamento, com 64% (n=205/320) dos doentes com melhoria clínica no 14º dia e 61% (n=196/320) dos doentes com alta hospitalar.

Impacto de Tratamento Precoce

Numa análise exploratória, os doentes do estudo que receberam remdesivir nos 10 dias seguintes ao início dos sintomas tiveram melhores resultados em comparação com os tratados após mais de 10 dias de sintomas. Reunindo os dados entre os grupos de tratamento, no 14º dia, 62% dos doentes tratados precocemente puderam ter alta do hospital, em comparação com 49% dos doentes que foram tratados mais tarde.

“Estes dados são encorajadores, pois indicam que os doentes que receberam 5 dias de tratamento com remdesivir tiveram uma melhoria clínica semelhante à dos doentes que receberam tratamento durante 10 dias”, disse Aruna Subramanian, MD, Clinical Professor of Medicine, Chief, Immunocompromised Host Infectious Diseases, Stanford University School of Medicine, e um dos principais investigadores do estudo. “Embora sejam ainda necessários dados adicionais, estes resultados ajudam a compreender melhor como o tratamento com remdesivir pode ser otimizado, se se provar que é seguro e eficaz”.

O remdesivir foi geralmente bem tolerado nos dois grupos de tratamento (5 e 10 dias). Os eventos adversos mais comuns que ocorreram em mais de 10% dos doentes de ambos os grupos foram náuseas (5 dias: 10.0%, n=20/200 vs. 10 dias: 8.6%, n=17/197) e insuficiência respiratória aguda (5 dias: 6.0%, n=12/200 vs. 10 dias: 10.7%, n= 21/197). Elevações da enzima hepática (ALT) de grau 3 ou superior ocorreram em 7.3% (n=28/385) dos doentes, com 3.0% (n=12/397) de doentes a descontinuar o tratamento com remdesivir por aumento dos parâmetros hepáticos.

Principais resultados do estudo em termos de eficácia e segurança:

Remdesivir5 Dias
n=200 Remdesivir
10 Dias
n=197 Baseline adjusted p-value1
Resultados da Eficácia Clínica ao dia 14
≥ 2 pontos de melhoria na escala 129 (65) 107 (54) 0.16
Recuperação clínica 129 (65) 106 (54) 0.17
Alta 120 (60) 103 (52) 0.44
Morte 16 (8) 21 (11) 0.70
Segurança
Qualquer evento adverso (EA) 141 (71) 145 (74) 0.86
EA relacionados com o medicamento Grau ≥3 8 (4) 10 (5) 0.65
EA graves relacionados com o medicamento 3 (2) 4 (2) 0.73
EA que levaram à descontinuação 9 (5) 20 (10) 0.07
1 Ajustado ao estado clínico inicial

Sobre os Ensaios SIMPLE
A Gilead iniciou dois ensaios clínicos aleatorizados, abertos e multicêntricos de Fase 3 com o medicamento remdesivir, os estudos SIMPLE, em países com elevada prevalência de infeção COVID-19.

O primeiro estudo SIMPLE avalia a segurança e eficácia do tratamento com remdesivir de 5 e 10 dias de duração em doentes hospitalizados com manifestações severas da COVID-19. A fase inicial do estudo aleatorizou 397 doentes numa proporção de 1:1 para receber remdesivir 200 mg no primeiro dia, seguido de remdesivir 100 mg por dia até ao 5º ou 10º dia, administrado por via intravenosa, para além do standard of care. Uma fase de expansão do estudo foi recentemente acrescentada e irá incluir mais 5.600 doentes, incluindo doentes sujeitos a ventilação mecânica. O estudo está a ser realizado em 180 centros de ensaio em todo o mundo, incluindo centros nos Estados Unidos, China, França, Alemanha, Hong Kong, Itália, Japão, Coreia, Países Baixos, Singapura, Espanha, Suécia, Suíça, Taiwan e Reino Unido.
Um segundo estudo SIMPLE está a avaliar a segurança e eficácia das durações de tratamento de 5 e 10 dias com remdesivir administrado por via intravenosa em doentes com manifestações moderadas da COVID-19, em comparação com o standard of care. Os resultados dos primeiros 600 doentes deste estudo são esperados no final do mês de maio.

Sobre o Remdesivir

O remdesivir é um análogo nucleotídeo ainda em investigação com atividade antiviral de largo espectro, tanto in vitro como in vivo, em modelos animais, contra múltiplos agentes patogénicos virais emergentes, incluindo Ébola, Marburg, MERS e SARS. Os testes in vitro realizados pela Gilead demonstraram que o remdesivir é ativo contra o vírus que causa a COVID-19. O perfil de segurança e eficácia de remdesivir no tratamento da COVID-19 está a ser avaliado em múltiplos ensaios clínicos de fases 3 em curso.

Sobre a Gilead Gilead Sciences

A Gilead Sciences, Inc. é uma empresa biofarmacêutica dedicada à investigação, desenvolvimento e comercialização de medicamentos inovadores em áreas de necessidades médicas não satisfeitas. A empresa esforça-se por transformar e simplificar o tratamento de pessoas com doenças potencialmente fatais em todo o mundo. A Gilead tem operações em mais de 35 países em todo o mundo, com sede em Foster City, Califórnia.

Para mais informações sobre a resposta da Gilead ao surto de coronavírus, visite a página: https://www.gilead.com/purpose/advancing-global-health/covid-19

Gostaste deste artigo? Divulga-nos junto dos teus amigos e colegas! Ajuda-nos a Manter a PortalEnf. Clica aqui para saber mais!

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

Share This Article:

close

Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Remdesivir: Resultados promissores no combate ao coronavírus is highly popular post having 184 Facebook shares
Share with your friends
Powered by ESSB
Partilha isto com um amigo