COVID-19: Testes sorológicos mostram que número de profissionais infetado é dez vezes superior

0 239

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O rastreio sorológico foi realizado a um total de 657 profissionais: 206 enfermeiros e 141 assistentes operacionais no Santo António e 184 enfermeiros e 126 assistentes operacionais em Santa Maria. O resultado revelou que, no Porto, 8,4% destes profissionais, na maioria assintomáticos e nunca anteriormente identificados com COVID-19, foram-no efetivamente, enquanto a percentagem em Lisboa, nas mesmas circunstâncias, foi de 6,5%.

“O resultado permite-nos fazer a extrapolação para toda a população de enfermeiros e assistentes operacionais dos referidos hospitais, concluindo então que o verdadeiro número destes profissionais infectados é muito superior ao identificado”, afirma a Ordem dos Enfermeiros em comunicado.

“Estes dados vêm reforçar aquilo que sempre tem sido defendido pela Ordem dos Enfermeiros no que à testagem dos profissionais diz respeito: é necessário testar, testar, testar. Testagem que ganha agora uma maior importância nesta fase de transição, e cujo reforço é também defendido no plano apresentado pela OE ao Ministério da Saúde para a fase de desconfinamento gradual e retoma assistencial nas unidades de Saúde”, lê-se ainda na nota.

“É inegável que tivemos enfermeiros e assistentes operacionais sem sintomas mas infetados a prestar cuidados de Saúde, pondo em causa a segurança dos cuidados, situação que poderia ser evitada com um reforço dos testes e, por outro lado, com equipamento de protecção individual adequado”, adverte a OE.

Fonte: Lifestyle Sapo

Classifica este artigo: [ratings]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Loading
Loading...
Share This Article:

close