COVID-19: Doente que morreu no IPO tinha doença avançada e complicações prévias

0 11

O doente infetado com covid-19 do Instituto Português de Oncologia (IPO) que morreu num hospital de Lisboa sofria de “doença avançada e múltiplas complicações prévias”, informou hoje a instituição.

Em comunicado, o IPO de Lisboa adianta que outro doente com COVID-19, que tinha sido diagnosticado com pneumonia, foi transferido para uma unidade de cuidados intensivos, “para maior vigilância, atendendo à avaliação clínica”.

Na quarta-feira, o IPO informou que oito profissionais e 12 doentes internados no Serviço de Hematologia no IPO de Lisboa tinham diagnosticados com covid-19.

Na sequência do rastreio em curso, o IPO detetou nas últimas 48 horas a presença de infeção em mais cinco profissionais (três enfermeiros e dois assistentes operacionais) e em cinco doentes internados.

No total, foram identificados até ao momento 13 casos de infeção em profissionais (médicos, enfermeiros e assistentes operacionais) e 17 em doentes, adianta.

Segundo o instituto, “os doentes internados e com infeção foram transferidos para outros hospitais do Serviço Nacional de Saúde, onde estão a ser acompanhados por equipas especializadas, em estreita articulação com o Serviço de Hematologia do IPO Lisboa”.

Os doentes com resultados negativos permanecem internados no IPO, “onde têm acesso aos cuidados de que necessitam, com todas as condições de segurança”, assegura.

Fonte: Lifestyle Sapo

vote
Article Rating
Looks like you have blocked notifications!
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo