COVID-19: Enfermeiros pediram hoje em frente do parlamento valorização da carreira

0 55

O SEP exige ainda que “todos os enfermeiros que têm o título de enfermeiro especialista transitem automaticamente para a categoria de enfermeiro especialista, resolvendo desde logo, entre outros, o problema de milhares de colegas que têm funções de chefia”.

Por outro lado, deve ser resolvido “o problema da descategorização” dos enfermeiros supervisores que a carreira atual promoveu, “obrigando-os a fazer um novo concurso para as funções que hoje fazem e para as quais já fizeram um concurso há anos”.

Por último, o presidente do SEP considerou que seria “justíssimo” que seja reconhecido “o risco e penosidade” da profissão, com mecanismos de compensação através da aposentação

“Vamos continuar a lutar por estas exigências até num quadro de reconhecimento por parte da população daquilo que tem sido o relevante papel dos enfermeiros na resposta a esta pandemia”, mas também “todos os dias” na resposta às questões de saúde dos portugueses, disse á agência Lusa.

O deputado do Bloco de Esquerda Moisés Ferreira juntou-se ao protesto por considerar a reivindicação dos enfermeiros “muito justa”.

“Os enfermeiros e todos os profissionais que compõem e que fazem o Serviço Nacional de Saúde merecem um reconhecimento especial neste momento que nós vivemos e em que toda a sociedade percebe que o Serviço Nacional de Saúde é fundamental e que os profissionais de saúde são imprescindíveis”, disse Moisés Ferreira aos jornalistas.

O deputado do BE lamentou que a carreira dos enfermeiros tenha sido “revista unilateralmente pelo Governo há cerca de um ano”, o que introduziu “muitas injustiças, muitas iniquidades”.

“Aquilo que é preciso neste momento não é só palmas à janela, não é só palmadinhas nas costas, é preciso mesmo reconhecer e valorizar os profissionais de saúde”, com melhores salários, melhores condições de trabalho e com melhores formas de progressão na carreira, defendeu.

Ler  Duas mil pessoas manifestaram-se em Coimbra pela defesa do Hospital dos Covões

No seu entender, “a melhor forma de os reconhecer não é a Champions League em Portugal”, mas é uma carreira que os “valorize verdadeiramente”.

Também presente no protesto, João Dias, do PCP, defendeu que “o melhor prémio” que pode dar-se aos profissionais de saúde é “valorizá-los não só naquilo que é a sua profissão”, mas também na componente remuneratória e social.

“Os enfermeiros e todos os profissionais de saúde sempre estiveram na linha da frente como agora muito se fala” e quando “exigem mais meios, mais equipamentos, mais profissionais para trabalhar nos serviços estão a defender a qualidade do Serviço Nacional de Saúde e as condições para que a população possa ter melhores cuidados de saúde”, salientou o deputado comunista.

Fonte: Lifestyle Sapo

vote
Article Rating
Looks like you have blocked notifications!
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo